PUBLICIDADE
Topo

"Eu estava representando todas as meninas" comenta Rayssa sobre final

26.07.2021 - Jogos Olímpicos Tóquio 2020 - Skate - Categoria Street -  Na foto a atleta Rayssa Leal, medalhista de prata durante cerimônia de premiação. Foto: Wander Roberto/COB - Wander Roberto/COB/Wander Roberto/COB
26.07.2021 - Jogos Olímpicos Tóquio 2020 - Skate - Categoria Street - Na foto a atleta Rayssa Leal, medalhista de prata durante cerimônia de premiação. Foto: Wander Roberto/COB Imagem: Wander Roberto/COB/Wander Roberto/COB

Colaboração para o UOL

01/08/2021 12h59

Rayssa, leal, a atleta mais jovem a conquistar uma medalha olímpica para o Brasil, deu entrevista, na manhã desta quinta-feira, para o Esporte Espetacular da Globo. No bate papo, a jovem comentou que durante a final "só queria ficar naturalmente, como se estivesse andando em uma pista qualquer e tentar acertar as manobras." Era visível que Rayssa estava muito tranquila e se divertindo, maneira que ela mesma garante que anda melhor.

A 'fadinha' também disse que sentia que não estava só por ela na final: "eu estava representando todas as meninas, não só do Brasil, não só a Letícia e a Pâmela, que infelizmente não conseguiram se classificar, mas todas as meninas que estão começando a andar de skate, que estão se espelhando em mim, que estão quebrando esse preconceito."

O programa da Globo exibiu uma uma matéria contando toda a história da fadinha, desde o início do skate, como ela viralizou e começou a crescer no esporte até os dias atuais como medalhista mundial e olímpica. A matéria emocionou Rayssa, que contou que teve de segurar as lágrimas ao vivo.

Ela também contou que estava com muitas saudades da família, e um dos momentos mais especiais para ela foi quando chegou ao Brasil e pode abraçar o irmão novamente. Segundo ela foi muito especial "ter voltado de um campeonato super importante com a medalha no peito, chegar aqui e ver que estava todo mundo torcendo, ver que meu irmão estava vibrando. Poder chegar, ser um dos primeiros a abraçar, foi super legal, fiquei super emocionada. Depois abraçar meu pai, e saber que depois de tudo que a gente passou, a gente conseguiu ter essa medalha. Nossa, fiquei super feliz" comentou.

Por conta do fuso-horário, Rayssa não estava conseguindo jogar online com o irmão Arthur, já que, quando um estava acordado, o outro estava dormindo. Arthur, inclusive, está começando a seguir os passos da irmã. "Ele achava que era muito difícil, mas quando ele colocou o pé em cima ele foi pegando equilíbrio, aí foi naturalmente. Ele começou a remar, começou a tentar descer a rampa, está até fazendo ollie alto" contou.

Para finalizar, Rayssa disse que ainda fala com Letícia Bufoni todos os dias, e que as duas ainda não tinham conversado hoje porque estava muito cedo e Letícia estava dormindo.