PUBLICIDADE
Topo

Douglas Souza fica 'louco de ódio' após ser acordado na Vila Olímpica

Colaboração para o UOL, em São Paulo

30/07/2021 23h19

Douglas Souza levou um susto ao ser acordado por uma "mãozinha" na Vila Olímpica. O ponteiro da seleção brasileira de vôlei reclamou do "crime" em suas redes sociais.

Nos Stories do Instagram, Douglas contou que um estranho acendeu a luz de seu quarto às 5h40 (horário de Brasília) em busca de Yoandy Leal, titular do Brasil. Já Maurício Borges, o Jorges, pensou que se tratava de um exame de doping.

"Fomos acordados hoje, era 5h40 da manhã. Vieram no nosso quarto. Nossa, fiquei louco de ódio. Não se entra no quarto dos outros uma hora dessas. Isso é crime. Isso é feio. A gente nem conhece o cara. Acordei bem na hora, senão ia levar um grande susto. O Jorges, coitado, acordou desesperado", contou Douglas Souza.

"Eu estava dormindo de barriga para cima, e vi a porta abrindo e uma mãozinha entrando no nosso quarto, procurando o interruptor. Do nada, acendeu a po*** da luz, e um cara entrou no nosso quarto e falou: 'Yoandy! Yoandy!'. E eu falei: 'O Leal não é daqui não, menino. O Leal é do outro quarto'. O Jorges, tadinho, já tava sentado na cama desesperado. O Jorges estava gritando: 'É doping!'. Eu fiquei puta de ódio. Filho da mãe. Ai que ódio que eu fiquei!", completou Douglas.

O Brasil encara a França amanhã, às 23h05, pela quinta rodada da fase de grupos.