PUBLICIDADE
Topo

Cielo torce para não perder recorde mundial: 'Hoje vou secar de novo'

César Cielo durante participação no "Ohayo Tóquio", do SporTV - Reprodução
César Cielo durante participação no "Ohayo Tóquio", do SporTV Imagem: Reprodução

Do UOL, em São Paulo

30/07/2021 20h20

Recordista mundial nos 50m e 100m livres da natação, César Cielo está na torcida para que suas marcas não sejam quebradas nas Olimpíadas de Tóquio. O ex-nadador disse que "vai secar" os competidores que disputam as provas da natação nesta sexta-feira.

"Não é fácil, nos 100m livre eu quase quebrei o microfone, o pessoal chamou minha atenção", disse em participação no "Ohayo Tóquio", do SporTV, relembrando a prova vencida pelo americano Caeleb Dressel.

"Não tem jeito, o nosso lado competidor é eterno, então, mesmo que eu não esteja lá na piscina, a gente fica se comparando. Agora é uma nova geração, e tá todo mundo querendo se estabelecer como os reis da piscina. Não é fácil assistir. Hoje eu vou secar de novo. Eu não torço contra, mas não vou torcer a favor", acrescentou.

As marcas de Cielo estão intactas na natação há 12 anos — 46,91s (100m) e 20,91s (50m).

Vale lembrar que os recordes do brasileiro foram estabelecidos com o uso de um maiô de poliuretano. A peça, que ajudava a reduzir o atrito em relação a modelos anteriores, ficou conhecida como "supermaiô" e foi banida pela Fina (Federação Internacional de Natação) após a disputa do Mundial de Roma, em 2009.

As semifinais dos 50m livre em Tóquio vão acontecer na noite de hoje. O brasileiro Bruno Fratus está na briga por uma vaga na final.