PUBLICIDADE
Topo

Nadador antivacina visto sem máscara será investigado por Comitê dos EUA

Colaboração para o UOL, em São Paulo

30/07/2021 04h22

O Comitê Olímpico e Paraolímpico dos Estados Unidos informou que vai analisar o comportamento do nadador americano Michael Andrew, que apareceu para dar entrevistas na zona mista do Centro Aquático de Tóquio sem usar máscara.

"Não usar máscara é uma violação dos ambiciosos protocolos de mitigação implementados tanto pelo Comitê Olímpico e Paraolímpico dos Estados Unidos quanto pelo Comitê Organizador Local. Protocolos que temos seguido obstinadamente como uma delegação. No momento, estamos analisando esse assunto com o Corpo Governante Nacional e tomaremos as medidas necessárias", afirmou a entidade, ao jornal USA Today.

O caso foi revelado pela jornalista americana Christine Brennan, que trabalha no USA Today, e fotografou Michael Andrew sem máscara. Andrew já tinha ficado famoso ao declarar que não se tomaria vacina contra covid-19.

"Para mim é muito difícil respirar depois de sacrificar meu corpo na água. Acho ótimo que haja procedimentos, mas no final do dia, todos nós aqui estivemos em quarentena e no mesmo protocolo de teste, então há um nível de segurança confortável", justificou Andrew, ao periódico americano. Andrew já nadou os 200m medley, e ficou em quinto. Nesta sexta-feira (30), ele nada as eliminatórias dos 50m livre.