PUBLICIDADE
Topo

Vôlei: Russos fazem partida quase perfeita e batem Brasil por 3 a 0

Brasil e Rússia se enfrentam nos Jogos Olímpicos de Tóquio - Carlos Garcia Rawlins/Reuters
Brasil e Rússia se enfrentam nos Jogos Olímpicos de Tóquio Imagem: Carlos Garcia Rawlins/Reuters

Beatriz Cesarini

Do UOL, em Tóquio

28/07/2021 11h56

Pelo Grupo B do torneio masculino de vôlei das Olimpíadas de Tóquio, o Brasil enfrentou os atletas do Comitê Olímpico Russo (ROC), hoje, e foi derrotado por 3 sets a 0, com parciais de 25/22, 25/20 e 25/20. Assim, os brasileiros conheceram sua primeira derrota na competição em três jogos. Antes, a seleção brasileira venceu a Tunísia, na primeira rodada, por 3 sets a 0, e a Argentina, na segunda, por 3 sets a 2.

Com muito volume de jogo, um bloqueio poderoso e saque forçado o tempo todo, os Atletas da Rússia se impuseram diante da seleção brasileira, que sofreu com a recepção, obrigando os levantadores Bruninho e Cachopa a jogarem com bolas de segunda ou terceira opção durante quase todo o jogo. Assim, os russos ficaram à frente do placar por boa parte do jogo, pressionando os brasileiros, que encontraram muita dificuldade para virar suas bolas. Volkov foi o grande destaque do ataque russo, comandado pelo levantador Kobzar, que fez uma partida bastante inteligente.

Com o resultado, o Brasil permanece com cinco pontos no Grupo B e agora é o terceiro colocado. Os russos, por sua vez, disparam na liderança da chave, agora com nove pontos.

Na próxima rodada, a seleção brasileira enfrenta os Estados Unidos, em confronto marcado para amanhã, às 23h05 (de Brasília). A seleção de atletas russos encara a França na sexta-feira (30), às 9h45 (de Brasília).

O jogo

O primeiro set foi marcado pelo equilíbrio. Em um ritmo muito alto, as duas seleções se alternaram na liderança várias vezes sem conseguir abrir grande vantagem no placar. No fim, o bloqueio russo fez a diferença, com Iakovlev se agigantando. Os russos marcaram seis pontos de bloqueio na parcial contra apenas um do Brasil. Em um ataque forte de Volkov, com direito a desafio, os Atletas da Rússia fecharam o set em 25 a 22 e fizeram 1 a 0 no jogo.

Se o equilíbrio ditou o tom do primeiro set, o segundo foi bastante diferente. Os russos abriram três pontos de vantagem antes dos primeiros cinco pontos e souberam administrar a liderança, que chegou a cinco pontos, quando eles fizeram 13 a 8. O Brasil reagiu e chegou a encostar no placar, cortando a diferença para um ponto, em 15 a 14. A reação parou na reta final. Forçando o saque e aproveitando bem os contra-ataques, os russos voltaram a abrir vantagem, com destaque para Volkov, responsável por fechar o set em 25 a 20.

O equilíbrio voltou no terceiro set, mas o volume de jogo russo pesou. A partir da metade da parcial final, a seleção brasileira viu o adversário abrir vantagem e não conseguiu acompanhar o ritmo. Com brilho do levantador Kobzar, distribuindo bem o jogo e pontos de saque e de bloqueio decisivos, os Atletas da Rússia deslancharam no fim e marcaram 25 a 20 mais uma vez para fechar o jogo em 3 sets a 0.

Outros resultados do Grupo B e classificação

Hoje, pelo Grupo B, A Argentina venceu a França por 3 sets a 2 e embolou a chave. A seleção sul-americana foi a três pontos, e é a quinta, enquanto os franceses somam quatro, em quarto.

Também mais cedo, os Estados Unidos venceram a Tunísia por 3 a 1 e chegaram a seis pontos, mantendo-se na parte de cima da tabela, agora em segundo lugar - contando com o tropeço brasileiro. A seleção africana ainda não somou pontos na competição, e é a sexta.