PUBLICIDADE
Topo

Grã-Bretanha vence e Brasil chega em último no 4x200m livre em Tóquio

Brasil conquista durante o revezamento 4x200m livre - GettyImages
Brasil conquista durante o revezamento 4x200m livre Imagem: GettyImages

Beatriz Cesarini

Do UOL, em Tóquio

28/07/2021 00h40

O Brasil terminou na última colocação na final do revezamento 4x200m livre nos Jogos Olímpicos de Tóquio. O ouro ficou com a equipe da Grã-Bretanha com o tempo de 6min58s58, novo recorde europeu, a prata com o Comitê Olímpico Russo (7min01s81) e o bronze com a Austrália (7min01s84).

O quarteto formado por Luiz Altamir, Fernando Scheffer, Murilo Sartori e Breno Correia fechou a prova com o tempo de 7min08s22, tempo pior que o da semifinal.

A comissão técnica resolveu mudar a estratégia e o primeiro a cair na água foi Fernando Scheffer, seguido por Murilo Sartori, depois por Breno Correia e Luiz Altamir fechou. A ideia era dar ao time um início agressivo.

Já na primeira parcial, Schefffer virou em terceiro. Na segunda virada, Scheffer subiu uma posição. Na sua última parcial, o brasileiro perdeu ritmo e entregou para Murilo Sartori em quarto.

Murilo Sartori caiu na água e chegou a ficar na sétima posição, mas conseguiu se recuperar e entregar em sexto. Breno Correia manteve a sexta colocação, mas, no fim Luiz, Altamir perdeu ritmo e caiu para a última colocação.

Depois da medalha de bronze de Scheffer nos 200m livre e da final inédita disputada por Leonardo de Deus nos 200m borboleta, a natação brasileira quebrou um jejum de quase 30 anos e voltou a disputar a final do revezamento 4x200m livre.

Nas eliminatórias, o quarteto brasileiro ficou em oitavo e se garantiu na decisão do revezamento com o tempo de 7min7s73, marca muito próxima do recorde sul-americano na distância, que é de 7min07s12.

Na semifinal, a equipe caiu na água com Luiz Altamir abrindo o revezamento para o Brasil, fechando sua passagem na sexta posição em 1min48s01. Scheffer manteve a equipe na colocação com 1min46s09. Murilo Sartori nadou em 1min46s76 e entregou em quarto lugar para Breno Correia fechar a prova com 1min46s87, finalizando em 7min07s73. A equipe britânica se classificou em primeiro lugar, com 7min03s25, seguida pela Austrália (7min05s00) e pela Itália (7min05s05).