PUBLICIDADE
Topo

Flamengo

Estar livre no mercado não aproxima treinador Paulo Fonseca do Flamengo

Paulo Fonseca, técnico de futebol - Cosimo Martemucci/Sopa Images/Getty Images
Paulo Fonseca, técnico de futebol Imagem: Cosimo Martemucci/Sopa Images/Getty Images

18/12/2021 08h30

O diretor Bruno Spindel já está em Portugal e Marcos Braz, neste sábado, se junta a ele para iniciar a série de reuniões com candidatos a técnicos do Flamengo em 2022. Um dos nomes bem avaliados pela direção é o de Paulo Fonseca que, diferentemente de outros nomes cotados, está livre no mercado. Tal condição não deixa o treinador mais próximo do Ninho do Urubu, contudo.

Sem clube desde que saiu da Roma (ITA), em maio de 2021, Paulo Fonseca tem como objetivo seguir trabalhando na Europa. Neste mesmo ano, o português recebeu ofertas e negociou com Tottenham e Newcastle, ambos da Inglaterra, e vê com bons olhos a possibilidade de comandar um clube da Premier League.

Neste ponto, a diferença entre o que o Flamengo pode oferecer, em termos de salário, e o padrão dos clubes ingleses é enorme, e também tem peso para afastar o profissional do Rio de Janeiro, por mais que não haja multa rescisória.

Segundo o LANCE! apurou, Paulo Fonseca não está em Portugal - Lisboa será a base da direção do Flamengo na Europa - e não tinha planos de estar no país até o final da temporada. Porém, como o próprio Bruno Spindel afirmou os dirigentes rubro-negros estão dispostos a irem onde existirem possibilidades.

O "olho no olho" e um proposta oficial são apostas do Flamengo para conseguir o "sim" do comandante para 2022 - seja ele Paulo Fonseca ou outro candidato.

"A viagem desdobra para onde o Flamengo tiver oportunidade de conversar. Não posso falar de nomes. Tem uma série de conversas já agendadas. O mundo do futebol evolui rapidamente. Mas tem muita coisa avançada e encaminhada para ter conversas produtivas", finalizou o diretor do Flamengo.

Bruno Spindel não confirmou nomes além de Jorge Jesus, que hoje comanda o Benfica, mas Paulo Sousa, técnico da seleção da Polônia, e Carlos Carvalhal, atual treinador do Braga, são treinadores no radar da diretoria do Flamengo.

Flamengo