PUBLICIDADE
Topo

Futebol

OPINIÃO

Texto em que o autor apresenta e defende suas ideias e opiniões, a partir da interpretação de fatos e dados.

Mauro: Jorge Jesus não deu nenhum sinal de que quisesse voltar ao Flamengo

Do UOL, em São Paulo

17/12/2021 18h44

O vice-presidente de futebol do Flamengo, Marcos Braz, e o diretor de futebol Bruno Spindel, embarcam rumo à Europa antes do Natal em busca da definição do novo técnico de futebol do clube e no roteiro devem ter uma conversa com Jorge Jesus, que treinou o clube entre 2019 e 2020, é desejado pelo torcedor, mas não dever retornar.

No podcast Posse de Bola #187, Mauro Cezar Pereira explica que os dirigentes devem conversar com Jorge Jesus mais como ex-colegas de trabalho ou em busca de algumas características em relação aos possíveis nomes, já que ele não sinalizou a pretensão de voltar ao clube da Gávea.

Ouça também o boletim do Posse com Arnaldo e Tironi; exclusivo na Apple Podcasts

"A única novidade foi o surgimento de mais um nome oferecido, o Paulo Sousa, mas é aquilo que já estamos falando há um tempão, os caras vão viajar para Portugal antes do Natal, a viagem deve ser hoje, aí muito se falou no Jesus e não vai ter Jorge Jesus, só se acontecer um fato novo, se alguém disser para o Jesus 'você vai ser demitido amanhã', aí de repente ele vai e pega o Flamengo, mas ele não vai pegar o Flamengo", diz Mauro.

"Os caras vão conversar porque têm que conversar. O Marcos Braz ir até lá e falar com o Jesus é mais ou menos como você viajar para uma cidade onde mora um amigo seu, uma pessoa com quem você trabalhou, e você vai tomar um café ou um chopp com o cara, é mais ou menos isso. Talvez até conversar com o Jesus sobre o perfil dos técnicos, isso eu imagino que vá acontecer", completa.

O jornalista afirma que em nenhum momento o treinador deve já estar com o planejamento para a preparação do Benfica visando o confronto com o Ajax pelas oitavas de final da Liga dos Campeões e não parece estar pensando no Flamengo.

"Esse contato, essa conversa, não significa obrigatoriamente que vá tentar tê-lo de volta ou que vá conseguir, ele não vai voltar, não vai voltar, embora ele não vá ficar muito tempo por lá, não vai voltar, ele não quer voltar, não deu nenhum sinal de que quisesse voltar, ele quer ficar lá, quer jogar a Liga dos Campeões. A gente conhecendo como conheceu bem, sabe que ele é muito autoconfiante, ele certamente tem na cabeça dele que consegue eliminar o Ajax", diz Mauro.

"Ele tem os jogos com o Porto agora, esses podem causar problemas. Se ele perder os dois jogos, pode ser que seja demitido e não chegue nem aos jogos da Champions League, mas agora que a gente vai começar a ter algumas novidades, quando eles viajarem para lá", completa.

Mauro também cita a entrada do nome de Paulo Sousa, treinador da seleção da polônia, entre os nomes oferecidos ao Flamengo e diz que é interessante que o clube tenha mais uma opção.

"O Paulo Sousa está na seleção da Polônia, teve um trabalho no Bordeaux razoável, na Fiorentina teve bons momentos, 2015/16 e 2016/17, as informações, eu até falei com uma pessoa que trabalha com ele e disse que realmente não deve ser problema uma eventual rescisão, mas é muito mais um técnico sendo oferecido e o Flamengo pensando que esse nome pode ser bom, do que 'o Flamengo escolheu o Paulo Sousa'. É até interessante, que abra um pouco mais o leque, se pense em outros técnicos", diz o jornalista.

"A questão é encontrar o profissional disponível, que possa ser contratado, e que tenha uma maneira de trabalhar que se encaixe com o elenco do Flamengo e com aquilo que o torcedor espera do Flamengo e a gente sabe que o torcedor do Flamengo não vai aceitar um Abel Ferreira português, grego ou inglês, seja lá de onde for, um técnico com o estilo do Abel Ferreira no Flamengo não daria certo, não adianta", conclui.

Posse de Bola: Quando e onde ouvir?

A gravação do Posse de Bola está marcada para segundas e sextas-feiras às 9h, sempre com transmissão ao vivo pela home do UOL ou nos perfis do UOL Esporte nas redes sociais (YouTube, Facebook e Twitter).

A partir de meio-dia, o Posse de Bola estará disponível nos principais agregadores de podcasts. Você pode ouvir, por exemplo, no Spotify, Apple Podcasts, Google Podcasts, Amazon Music e Youtube --neste último, também em vídeo. Outros podcasts do UOL estão disponíveis em uol.com.br/podcasts.

Futebol