PUBLICIDADE
Topo

São Paulo

São Paulo reduz risco de rebaixamento mesmo sem jogar; veja números

Derrota do Juventude e empates do Bahia e do Atlético-GO foram resultados benéficos para a equipe comandada por Rogério Ceni - Rubens Chiri/São Paulo FC
Derrota do Juventude e empates do Bahia e do Atlético-GO foram resultados benéficos para a equipe comandada por Rogério Ceni Imagem: Rubens Chiri/São Paulo FC

22/11/2021 16h25

Classificação e Jogos

O São Paulo não jogou neste fim de semana, mas, mesmo assim, viu seu risco de rebaixamento para a Série B diminuir devido aos resultados de outras equipes.

Com empates do Bahia e do Atlético-GO, além da derrota do Juventude, as chances do Tricolor terminar o Brasileirão na zona de queda foram reduzidas.

Ontem, o Bahia empatou por 0 a 0 com o Cuiabá e subiu seu risco de rebaixamento, que agora é de 46%. O Juventude, que perdeu para o Atlético-MG, tem risco de rebaixamento de 31%, enquanto o Atlético-GO, que empatou contra o Ceará, tem 16% de chance de cair. Os cálculos são do site Infobola, do matemático Tristão Garcia.

Com isso, a chance de rebaixamento do São Paulo caiu para 8%, diferença considerável aos 19% outrora projetados. Entretanto, o Tricolor só disputará sua partida da 34ª rodada na quarta-feira (24), diante do Athletico-PR. O jogo é um confronto direto diante de um adversário que tem, ainda segundo o Infobola, 9% de chance de ser rebaixado, podendo mudar as porcentagens na reta final.

Além dessas equipes, lutam contra o rebaixamento: Sport (98%), Grêmio (78%), Santos (9%), Cuiabá (4%) e América-MG (1%). A Chapecoense já está rebaixada, deixando apenas três vagas no Z4.

Precisando se livrar do risco de ser rebaixado, o São Paulo encara o Athletico-PR na próxima quarta-feira (24), às 21h30, no Morumbi. O jogo é válido pela 34ª rodada e é o início de uma sequência de confrontos diretos para o Tricolor.

São Paulo