PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Com 'disputa interna' acirrada, Fluminense tenta acentuar seu poderio ofensivo no Brasileirão

26/10/2021 07h00


A linha de frente do Fluminense promete render uma disputa "interna" ainda mais acirrada. Às vésperas da equipe encarar o Santos na Vila Belmiro, em jogo adiado da 23ª rodada, John Kennedy e Abel Hernández aumentam seus ímpetos ofensivos e trazem um desafio para o técnico Marcão manter a sintonia tricolor até a reta final do Brasileirão.

Autor de dois gols e destaque na vitória por 3 a 1 sobre o Flamengo, John Kennedy vem aliando sua velocidade à sua capacidade de mostrar jogadas de categoria. Por mais que seja jovem e sujeito a oscilar, torna-se um bom "desafogo" para que a equipe tricolor cresça diante dos adversários.

Abel Hernández, por sua vez, correspondeu novamente ao ser lançado em campo no Maracanã. O bom desempenho indicou que ele tem condições de galgar degraus na disputa com Bobadilla (atacante que voltou após não atuar contra Athletico-PR e Flamengo).

A dupla tem nos próximos jogos uma missão ainda mais árdua: mostrar que o Fluminense pode manter seu poderio mesmo sem contar com Fred. O atacante treinou com bola na segunda-feira passada após duas semanas no departamento médico.

Prestes a encarar dois jogos fora do Rio de Janeiro, o Fluminense se esmera para assegurar que esta sintonia aconteça em busca da vitória. De um lado, há a válvula de escape das investidas puxadas por Arías e do fõlego de Caio Paulista, John Kennedy e Luiz Henrique. Do outro, o revezamento entre homens de área como Fred, Abel Hernández e Bobadilla.

Futebol