PUBLICIDADE
Topo

Botafogo

Paulo Autuori valoriza classificação do Botafogo: 'Não sofremos'

Paulo Autuori comanda o Botafogo durante clássico contra o Vasco na Copa do Brasil - Thiago Ribeiro/AGIF
Paulo Autuori comanda o Botafogo durante clássico contra o Vasco na Copa do Brasil Imagem: Thiago Ribeiro/AGIF

24/09/2020 01h37

Objetivo cumprido: o Botafogo está nas oitavas de final da Copa do Brasil. O clube de General Severiano empatou em 0 a 0 com o Vasco nesta quarta-feira e, pela vantagem construída no jogo de ida, garantiu a vaga. Após a partida, Paulo Autuori, treinador do Alvinegro, valorizou a classificação.

"O objetivo era passar essa fase. A maior parte dos clubes brasileiros, com os valores gerados pela Copa do Brasil, como passam por dificuldades financeiras, esses valores são importantíssimos e era importante passar. Não sei se terá acesso a esses valores ou não (penhoras), mas o importante era entrar para a outra fase e isso foi conseguido com dois jogos de 180 minutos. Conseguimos a vitória no primeiro jogo e hoje não sofremos", afirmou.

Keisuke Honda foi um dos líderes da classificação do Botafogo. O japonês comandou o meio-campo e saiu de campo como um dos destaques da partida. Autuori afirmou que o japonês conseguiu atuar em grande nível porque foi poupado em parte do duelo contra o Santos, no último domingo, pelo Brasileirão, e fez uma reflexão sobre o calendário do futebol nacional.

"Por que o Honda pôde fazer esse jogo? Porque não jogou o jogo passado. Só entrou alguns minutos. A gente tem grandes jogadores no Brasil que não vão render aquilo que se espera. Não é porque não querem, porque não tem qualidade, mas porque não podem e não se recuperam completamente. A recuperação de um jogador e de uma equipe de um jogo para o outro depende de quatro fatores: alimentação, hidratação, repouso e treino. No futebol brasileiro, mesmo sem pandemia, sempre falta um ou dois aspectos desses", analisou.

"A gente sabia que no mês de setembro em diante não seria muito fácil. Não dá para você querer exigir determinadas situações. Nós, no Botafogo, temos nossas particularidades. São vários jogadores que a gente perde durante a trajetória. O grupo se ressente com isso de alguma maneira. Nossa preocupação agora é ganhar os próximos dois jogos e estar numa posição mais de acordo com o que tentamos ser como competidores", completou.

Autuori elogiou a vontade e entrega dos jogadores, mas ressaltou que a equipe precisa melhorar no terço final, principalmente no que diz respeito às decisões perto do gol adversário.

"Quero parabenizar os jogadores do Botafogo pelo esforço feito, assim também como os do Vasco, que tentaram e não puderam. Era fundamental para nós que passássemos. Nosso jogo, a gente tem sido uma equipe bem organizada nos aspectos ofensivos e defensivos. Acho que a gente precisa melhorar muito as tomadas de decisão no último passe, último momento, na hora de finalizar. Porque você cria, chega na zona de perigo adversária e precisa decidir e executar melhor", elogiou.

Botafogo