PUBLICIDADE
Topo

Título mais marcante de Dudu, Copa do Brasil-15 ganha eleição no Verdão

28/05/2020 21h17

Em suas redes sociais, o Palmeiras promoveu uma votação para definir o momento mais marcante no clube desde 2015, quando começou a parceria com a Crefisa e a Faculdade das Américas. Venceu a Copa do Brasil conquistada naquele ano, que ganhou um vídeo relembrando a campanha e também uma declaração de Dudu, que também chegou em 2015, ganhou ainda dois Campeonatos Brasileiros, mas concordou com o resultado da enquete.

- A Copa do Brasil foi bem marcante para nós. O Palmeiras vinha de quase um rebaixamento no ano anterior, por toda a rivalidade com o Santos no ano, desde o Paulista, e, no fim, conquistamos o título daquela maneira, com o Allianz lotado, e lotado também fora do Allianz - lembrou Dudu, em live promovida nas contas do Verdão e da Crefisa no Instagram.

O camisa 7 foi um dos heróis na conquista, com dois gols na vitória por 2 a 1 sobre o Santos, na decisão, no Allianz Parque. O título definiu-se nos pênaltis, com Fernando Prass convertendo a cobrança que garantiu o título. E veio a comemoração com todos os jogadores imitando uma careta de Ricardo Oliveira, então atacante do rival, após fazer gol em clássico anterior.

- Criou-se uma rivalidade muito grande entre Santos e Palmeiras, desde o Paulista, com os jogadores deles fazendo algumas coisas, e a maioria não partiu de nós, até porque perdemos o Paulista. A imprensa já tinha falado que o Santos nos humilharia em dois jogos. Levamos isso muito para o coração. Sabemos como é o futebol. Ninguém ganha antes de jogar - lembrou Dudu.

- Fomos para Atibaia, porque ainda não tinha concentração no CT, e foi uma semana boa, muito legal mesmo. Teve até churrasco, com família e tudo. Estávamos bem focados e concentrados. Se jogássemos o que sabíamos, ganharíamos do Santos, e provamos no segundo jogo. Com nove segundos, o Gabi (Gabriel Jesus) teve chance de fazer gol - recordou o atacante.

- Jogamos muito bem e contamos muito com a torcida naquele momento, não deixamos de acreditar. A atmosfera toda criada no estádio, até por quem ficou fora, sem ingresso. Sabíamos que poderíamos ganhar se fizéssemos o que o Marcelo Oliveira pediu, e foi o que aconteceu. Quando estava 2 a 0, eles fizeram o gol. Mas, graças a Deus, era um ano muito iluminado do Prass. Sabíamos que ele faria o gol no pênalti, pela semana de treinos. Fomos felizes, ele nos pênaltis e eu, com dois gols no tempo normal- concluiu.

Veja o vídeo do Palmeiras lembrando a campanha na Copa do Brasil de 2015:

Futebol