Valencia erra pênalti, mas Equador vira sobre o Uruguai pelas Eliminatórias

O Equador venceu o Uruguai de virada por 2 a 1, em Quito, pela segunda rodada das Eliminatórias Sul-Americanas para a Copa do Mundo de 2026.

O zagueiro Félix Torres marcou duas vezes para os equatorianos, enquanto o atacante Enner Valencia, do Inter, desperdiçou um pênalti. Canobbio, do Athletico-PR, fez o tento dos uruguaios.

O zagueiro Arboleda, do São Paulo, se machucou na partida. Ele sentiu a coxa no segundo tempo e virou preocupação dias antes da final da Copa do Brasil.

Os vencedores, no entanto, estão zerados e seguem sem pontuar mesmo com o triunfo. O Equador, que perdeu para a Argentina na estreia, começou as classificatórias com três pontos negativos devido a irregularidades na última edição.

Já o Uruguai se mantém em terceiro, com três pontos. A equipe bateu o Chile por 3 a 1 na primeira rodada.

As duas seleções voltam a campo daqui a um mês, ambas como visitante. No dia 12/10, o Equador enfrenta a Bolívia, enquanto o Uruguai encara a Colômbia.

Como foi o jogo

O início do confronto foi equilibrado. O Uruguai chegou bem aos 8 minutos do primeiro tempo, mas o chute de Darwin Núñez foi travado. O Equador respondeu com Enner Valencia, que obrigou o goleiro Rochet, seu companheiro no Internacional, a fazer uma grande defesa aos 16. O arqueiro se destacou novamente aos 34, quando defendeu a finalização de Preciado.

Pouco depois, aos 37 minutos, o Uruguai abriu o placar. Maxi Araújo recebeu na ponta esquerda e conseguiu chegar na linha de fundo com uma bela jogada individual. O meia cruzou rasteiro e encontrou Canobbio na cara do gol. O jogador do Athletico-PR teve frieza para dominar, girar e bater. O primeiro tempo caminhava para o seu fim quando o Equador empatou. Aos 49, Félix Torres subiu entre os zagueiros e desviou a cobrança de escanteio para as redes.

Continua após a publicidade

A etapa complementar começou melhor para os equatorianos. Logo aos 5 minutos, Estupiñán invadiu a área pela esquerda e foi derrubado por Nández. O pênalti foi assinalado. Enner Valencia assumiu a responsabilidade e até conseguiu deslocar o goleiro, porém tirou demais e acabou mandando para fora, à direita do gol.

Apesar do baque, os donos da casa não demoraram para voltar a marcar. Aos 15, Moisés Caicedo se livrou da marcação na lateral esquerda e acertou um cruzamento rasteiro na medida para Félix Torres. O zagueiro se jogou para marcar seu segundo tento e virar o jogo para o Equador.

O Equador passou a administrar a vantagem, mas mesmo assim não deixou de oferecer perigo. Enner Valencia passou perto com um belo voleio aos 35 minutos. O Uruguai pressionou até o final, porém não conseguiu balançar as redes e terminou derrotado.

Veja também

Deixe seu comentário

Só para assinantes

As mais lidas agora