PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Caio Souza sofre queda e termina a final do salto na última posição em Tóquio

redacao@gazetaesportiva.com (Redação)

02/08/2021 07h38

Nesta segunda-feira, Caio Souza disputou a final do salto nos Jogos Olímpicos de Tóquio. O brasileiro não esteve em um dia feliz, cometendo um erro grave em seu segundo salto e obtendo uma média de 13.683, terminando na oitava e última posição. O ouro foi conquistado pelo sul-coreano Jeahwan Shin, que terminou a prova com uma média de 14.783. A prata ficou para o russo Denis Abliazin e o bronze para o armênio Artur Davtyan.

Caio foi o segundo a saltar na final, em ordem definida por sorteio. Em sua primeira tentativa, o brasileiro apresentou três piruetas e caiu com um dos pés fora da linha, recebendo a nota 14.466.

Em seu segundo salto, Caio não foi feliz. O brasileiro não entrou bem no cavalo, o que interferiu no restante do movimento. O ginasta aterrissou sentado no chão e recebeu a nota 12.900. Com uma média de 13.683, ficou muito distante do pódio.

O armênio Artur Davtyan apresentou dois belos saltos e abriu vantagem na briga pelo ouro, ficando com uma média de 14.733. Em seguida, o sul-coreano Jeahwan Shin foi ainda melhor, arriscando no grau de dificuldade e obtendo uma média de 14.783.

A disputa seguiu muito acirrada, com o russo Denis Abliazin sendo regular nos dois saltos e emplacando uma média de 14.783, ficando na segunda posição, já que o grau de dificuldade de Jeahwan Shin foi maior.

Mais cedo, campeão olímpico Arthur Zanetti disputou a final das argolas e ficou na oitava e última colocação, após cometer um grave erro na saída. Em seguida, Rebeca Andrade, medalhista de ouro e prata em Tóquio, terminou a final do solo na quinta posição.

Futebol