PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Corinthians coloca força em casa à prova contra o líder do Brasileirão

redacao@gazetaesportiva.com (Redação)

30/10/2020 20h00

O Corinthians não vence na Neo Química Arena há quatro jogos, é a pior série da equipe no estádio desde a inauguração, e neste sábado terá nada menos que o Internacional pela frente, em Itaquera, a partir das 19 horas (horário de Brasília).

O confronto pode consolidar o Colorado na ponta do Campeonato Brasileiro depois de 19 rodadas, ou seja, todo o primeiro turno. Para o Timão, o plano é se afastar na parte debaixo da tabela de classificação.

Vagner Mancini terá Fábio Santos, Otero e Mosquito à disposição depois de não poder contar com nenhum deles no meio de semana, pela Copa do Brasil. Os desfalques mais recentes respondem por Mantuan, que rompeu o ligamento do joelho esquerdo, e Jô, que ainda se recupera de uma contratura na panturrilha direita.

"Há uma distância entre aquilo que foi pedido e o que está sendo apresentado. Vai encaixar, não tenho dúvida, mas terão de ser feitos ajustes, e serão feitos, mesmo que venham com algum sofrimento, porque temos de tomar uma decisão emergencial".

O comentário do técnico logo após a derrota na Copa do Brasil já refletiu no afastamento de Sidcley. A possibilidade de uma equipe diferente em campo neste sábado, por isso, não é pequena também.

Já o técnico Eduardo Coudet não vai poder contar com o zagueiro Rodrigo Moledo, machucado, mas terá Yuri Alberto de volta para o confronto em São Paulo.

FICHA TÉCNICA

CORINTHIANS X INTERNACIONAL

Data: 28 de outubro de 2020, quarta-feira

Local: Neo Química Arena, em São Paulo (SP)

Horário: 21h30 (de Brasília)

Árbitro: Paulo Roberto Alves Junior (PR)

Assistentes: Ivan Carlos Bohn e Sidmar dos Santos Meurer (PR)

VAR: Heber Wagner Reway (PB)

CORINTHIANS: Cássio; Fagner, Marllon, Gil e Fábio Santos; Xavier, Ramiro e Éderson (Cantillo); Otero, Cazares e Léo Latel (Boselli).

Técnico: Vagner Mancini

INTERNACIONAL: Marcelo Lomba; Heitor, Zé Gabriel, Víctor Cuesta e Uendel; Rodrigo Lindoso, Marcos Guilherme, Edenílson e Patrick; Thiago Galhardo e Abel Hernández.

Técnico: Eduardo Coudet

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do UOL.

Futebol