PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Diniz volta a defender importância de Daniel Alves para o São Paulo: "Entrega muita coisa"

redacao@gazetaesportiva.com (Redação)

26/10/2020 18h00

Após mais uma atuação apagada de Daniel Alves com a camisa do São Paulo no último domingo, na classificação do clube às quartas de final da Copa do Brasil, o técnico Fernando DIniz voltou a defender a importância do atleta de 37 anos para o elenco tricolor. Segundo o comandante, o papel do meia vai muito além das quatro linhas.

"Ele entrega muitas coisas, muito mais do que vocês imaginam. É uma grande referência, a maior que a gente tem. É um ídolo, nós não sabemos valorizar muito nossos ídolos. É um jogador que entrega muitas coisas que no campo também dá para ver, mas a gente vê a parte mais superficial, que é quando erra ou acerta um passe", afirmou em coletiva realizada nesta segunda-feira.

"Tem uma taxa de trabalho sempre grande no jogo. Corre o tempo todo. Quase sempre bate recorde no GPS. Ele, Sara e Tchê Tchê... Quase sempre é um dos três o que mais corre. Ele coloca todo mundo para cima, melhora o desempenho de quem está do lado, passa confiança, tem frieza para decidir. Espírito de luta invejável. É um privilégio ter o Daniel", completou.

Titular absoluto sob o comando de Diniz, o meia atravessa o seu pior momento desde que chegou ao São Paulo, no primeiro dia de agosto de 2019. Já são 13 jogos sem participações diretas em gols. A última foi no dia 14 de agosto, quando ele marcou contra o Fortaleza, pela segunda rodada do Brasileirão. Neste período, ele ainda ficou afastado por um mês devido a uma lesão no braço.

E essa não foi a primeira vez que o técnico são-paulino veio a público para defender o camisa 10. Após o empate sem gols com o Grêmio, pelo campeonato nacional, Diniz também ressaltou que ele é uma referência para o time.

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do UOL.

Futebol