PUBLICIDADE
Topo

Santos

Robinho ataca Globo em áudio vazado e se diz perseguido como Bolsonaro

redacao@gazetaesportiva.com (Redação)

16/10/2020 17h16

Um áudio de Robinho vazou nas redes sociais nesta sexta-feira, após o site "Globoesporte" publicar as transcrições de conversas do atacante do Santos acusado de violência sexual coletiva contra uma mulher albanesa em 2013, na Itália.

A advogada de Robinho, Marisa Alija, confirmou a veracidade do áudio. A representante, porém, não confirma que a gravação foi feita nesta sexta.

"Fala, meu diretor. Desistir jamais, fala para ele ficar em paz, tranquilo. Esses ataques da Globo não vão me afetar. Deus está no controle de tudo. Só blindar minha família dessas coisas. Minha esposa, meus pais e filhos são os que mais sofrem, mas estou tranquilo. Essa emissora não preserva coisas boas, dão ênfase para coisas negativas e querem ganhar ibope. O Santos não tem nada a ver com meus problemas pessoais, mas eu vir ajuda porque acham que o Santos é pequeno. E o Santos é gigante. Acham que os grandes são só os de São Paulo, entendeu? Fala para o Marcelo que estou tranquilão, de boa, me preparando para jogar e meter gol", diz Robinho.

Em um outro áudio ele se diz perseguido pela Globo como Bolsonaro e classicou a emissora como "do demônio".

"Bebeto, tô em paz, irmão. Deus está me preparando para algo muito maior. É nesses ataques que você se aproxima de Deus e se prepara. A gente tem 'N' exemplos aí... Vocês viram o que eles [Globo] fizeram com o Bolsonaro antes da eleição? Os ataques que eles fizeram? Falaram que ele era isso e aquilo, que era racista, que era fascina, que era assassino... Quanto mais eles batiam no Bolsonaro, mais ele crescia. Estou em paz, de coração, não estou preocupado com eles. O bem sempre vence e a verdade vai aparecer. São pessoas usadas pelo demônio, a gente como é a TV Globo, é uma emissora do demônio. É só você ver as novelas, as programações... Então estou em paz. Que se cumpra o propósito de Deus na minha vida. Vou meter gol neles. Vou meter a camisa quando eu meter gol: 'Globo lixo. Bolsonaro tem razão'."

Gravação de conversas e grampo

O site publicou transcrições de interceptações telefônicas e um grampo no carro de Robinho, ambos autorizados pela Justiça Italiana. Robinho confirmou a participação em ato sexual no dia 22 de janeiro de 2013, numa boate em Milão. Uma mulher albanesa acusou o jogador e quatro amigos de estupro coletivo.

A condenação em primeira instância, no ano de 2017, foi de nove anos de prisão e Robinho se defende em liberdade. A Corte de Apelo de Milão vai analisar o processo em segunda instância no dia 10 de dezembro.

Robinho é julgado junto ao amigo Ricardo Falco. Os demais suspeitos saíram da Itália durante a investigação e são alvos de processo diferente. De acordo com os documentos detalhados pelo GE, o atacante santista admitiu a relação sexual com a vítima, mas negou o estupro.

Na transcrição, porém, Robinho comenta sobre a mulher estar alcoolizada.

Ricardo Falco: "Ela se lembra da situação. Ela sabe que todos transaram com ela.

Robinho: "O (NOME DE AMIGO 1) tenho certeza que gozou dentro dela".

Falco: "Não acredito. Naquele dia ela não conseguia fazer nada, nem mesmo ficar em pé, ela estava realmente fora de si".

Robinho: "Sim".

Robinho foi avisado sobre a investigação por Jairo Chagas, músico naquela noite na boate, e disse:

Robinho: "Estou rindo porque não estou nem aí, a mulher estava completamente bêbada, não sabe nem o que aconteceu".

Robinho: "Olha, os caras estão na merda... Ainda bem que existe Deus, porque eu nem toquei aquela garota. Vi (NOME DE AMIGO 2), e os outros fod... ela, eles vão ter problemas, não eu... Lembro que os caras que pegaram ela foram (NOME DE AMIGO 1) e (NOME DE AMIGO 2).... Eram cinco em cima dela".

Em janeiro de 2014, o músico Jairo Chagas voltou a comentar sobre o caso com Robinho.

Robinho: "A polícia não pode dizer nada, eu direi que estava com você e depois fui para casa".

Jairo: "Mas você também transou com a mulher?".

Robinho: "Não, eu tentei".

Jairo: "Eu te vi quando colocava o pênis dentro da boca dela".

Robinho: "Isso não significa transar".

Robinho foi anunciado pelo Santos no sábado, em contrato até fevereiro. O clube defendeu, por meio de Orlando Rollo e de nota oficial, a contratação. Não houve nova manifestação depois da publicação do GE.

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do UOL.

Santos