Copa 2034 cai no colo da Arábia Saudita após definição da Fifa sobre 2030

O projeto da Arábia Saudita é sediar a Copa do Mundo de 2034. E o país surge como um dos favoritos para isso.

O que aconteceu

Os sauditas anunciaram hoje (4) a intenção de lançar a candidatura ao Mundial de 2034.

A Fifa definiu que as candidaturas para 2034 só podem ser de países da Oceania e da Ásia, confederação da qual a Arábia Saudita faz parte.

Entre os asiáticos, há um apoio amplo ao projeto dos sauditas. O movimento é similar ao que aconteceu com a candidatura do Qatar para 2022.

Assim, a Arábia Saudita larga como favorita na disputa para sediar a Copa 2034.

O que os sauditas querem

O movimento saudita acontece após a Fifa confirmar que a Copa do Mundo de 2030 será majoritariamente em Portugal, Espanha e Marrocos — com jogos de abertura em Uruguai, Argentina e Paraguai.

O projeto da Arábia Saudita para o futebol envolve a monarquia local. Neste ano, já houve o investimento volumoso nos clubes locais, resultando na contratação de vários jogadores que estavam no futebol europeu — Neymar e Benzema são alguns deles. Cristiano Ronaldo já estava lá antes.

A Copa do Mundo é a meta para servir como auge do projeto chamado de Visão 2030, que pretende catapultar o país em diversas áreas, como economia e estrutura — e o esporte cumpre o papel de trabalhar a imagem dos sauditas.

Continua após a publicidade

Os sauditas têm boa relação com a Fifa. O país será sede do Mundial de Clubes 2023 e vai receber a Copa da Ásia de 2027.

O plano da Arábia Saudita para a Copa envolve uma candidatura sem a parceria de outros países, como acontecerá em 2026 (Estados Unidos, México e Canadá) e no formato aprovado para 2030 (envolvendo seis países de três continentes).

Veja também

Deixe seu comentário

Só para assinantes

As mais lidas agora