PUBLICIDADE
Topo

Brasileirão - 2022

América-MG vence Goiás, sai da zona de rebaixamento e deixa rival no sufoco

Colaboração para o UOL, em São Paulo

03/07/2022 19h54

Classificação e Jogos

Melhor durante a partida, o América-MG contou com gol de Henrique Almeida no segundo tempo para vencer o Goiás por 1 a 0 em casa, pela 15ª rodada do Brasileirão. O triunfo de hoje (3) tirou o time da zona de descenso e empurrou justamente os goianos para lá.

O Coelho teve mais iniciativa para buscar o gol, mas o Esmeraldino também ameaçou o gol de Cavichioli apostando na velocidade. Na volta do intervalo, os donos de casa pressionaram e conseguiram o gol na quarta boa chegada, aos 13 minutos. Henrique Almeida tabelou com Pedrinho e mandou para o gol.

Com a vitória, o América ultrapassa o próprio Goiás e salta da 17ª para a 13ª colocação, com 18 pontos. O Esmeraldino herda a vaga no Z4, por causa da vitória do Coritiba por 2 a 1 sobre o Fortaleza, com 17 pontos.

Quem foi bem: Pedro Raul e Henrique Almeida

Com muito recurso técnico, o centroavante do Goiás concluiu as maiores chances que o time teve no confronto — duas no primeiro e três no segundo tempo. Bem posicionado, conseguia receber a bola com tempo e vencer a marcação para finalizar. Ao todo, teve sete finalizações.

Em uma noite boa para os centroavantes, Henrique Almeida precisou ser acionado no começo da segunda etapa pela lesão de Wellington Paulista e mudou a cara da partida. Muito participativo, chutou duas vezes a bola na trave e anotou o tento da vitória.

Quem foi mal: Elvis

Muito apagado. Sem participar de praticamente nenhum lance na primeira etapa, saiu de campo no intervalo para a entrada de Dadá Belmonte.

Atuação do América-MG: repete o que deu certo

Assim como na vitória por 3 a 0 sobre o Botafogo na última quinta (30), o Coelho buscou ao máximo abrir os jogos pelas laterais para conseguir entrar na área adversária. A única diferença é que hoje Marlon foi o lateral esquerdo e ele apoiou mais que Avelar, que havia jogado contra o Glorioso. No entanto, o Goiás soube anular melhor as jogadas, dificultando que a bola chegasse para o centroavante Wellington Paulista, que precisou sair da área para ajudar na criação.

Na segunda etapa, o Goiás se abriu mais e a entrada de Henrique Almeida ajudou a mudar o cenário. Além de fazer o gol, teve mais duas grandes chances nos minutos finais, quando o Esmeraldino ensaiou uma pressão e se desarmou defensivamente.

Atuação do Goiás: só Pedro Raul encontra espaço

Mais retraído, o Esmeraldino aguardava o adversário abrir espaços para tentar contra golpear. Vinícius, em velocidade, ajudou a criar perigo no primeiro tempo, mas só Pedro Raul ameaçou Cavichioli. Depois do intervalo, se abriu mais e deu muito espaço para o rival.

Cronologia da partida

O início do jogo foi bem aberto, com as duas equipes finalizando bastante. A melhor chance foi dos visitantes, com Pedro Raul, aos 13'. Por volta dos 15', os mandantes passaram a dominar e alugaram o campo de ataque, porém sem levar tanto perigo. Nos minutos que antecederam o intervalo, o ritmo caiu.

O desenho da etapa final foi do América pressionando, enquanto o Goiás apostou ainda mais nas jogadas em velocidade com a entrada de Dadá Belmonte no intervalo. O time martelou até os 13', quando Henrique Almeida tabelou com Pedrinho e recebeu dentro da área para bater de primeira e abrir o placar. Os visitantes saíram mais para o ataque com a desvantagem, entretanto, sem pressionar.

Coelho tem com baixas no ataque

Everaldo era quem mais levava perigo ao gol do Goiás nos minutos iniciais do confronto. Acelerando o jogo pela direita e conseguindo levar a melhor sobre a marcação, o atacante sentiu uma fisgada na coxa esquerda e precisou deixar o gramado com apenas 27 minutos. Felipe Azevedo entrou em seu lugar, contudo não manteve a boa produção ofensiva.

No início da segunda etapa, aos 5 minutos, Wellington Paulista sentiu dores na coxa e também precisou ser substituído. Sem poder contar com Aloísio (machucado) nesta partida, Vagner Mancini mandou Henrique Almeida a campo.

Tanto bate até que fura

Pedrinho tentou aos 3' e aos 10', parando em Tadeu. Henrique Almeida ficou no travessão aos 9', em lance que o bandeirinha anotou o impedimento na sequência. Quando os dois tabelaram, enfim, o gol saiu.

Henrique arrancou pelo meio e rolou para Pedrinho na direita. Ele devolveu na medida e Henrique pegou de primeira, dentro da área, para balançar a rede e inaugurar o marcador.

Henrique Almeida ainda teve duas chances de ampliar. Aos 33', recebeu de Matheusinho e tirou a marcação ao dominar a bola, mas Tadeu fez mais uma grande defesa. Seis minutos mais tarde, recebeu em profundidade e avançou até soltar a bomba, acertando o travessão.

Próximos jogos

Os dois clubes voltam a campo pela 16ª rodada do Brasileirão. No sábado (9), às 20h30, o Verdão recebe o Athletico na Serrinha. Na segunda (11), às 20h, o Coelho visita o Internacional no Beira-Rio.

FICHA TÉCNICA:

AMÉRICA-MG 1 x 0 GOIÁS
Competição: Série A do Campeonato Brasileiro - 15ª rodada
Data: 3 de julho de 2022, domingo
Horário: 19h (de Brasília)
Local: Arena Independência, em Belo Horizonte (MG)
Árbitro: Caio Max Augusto Vieira (RN)
Assistentes: Jean Marcio dos Santos (RN) e Lorival Candido das Flores (RN)
VAR: Pablo Ramon Goncalves Pinheiro (RN)
Gols: Henrique Almeida, aos 13'/2ºT (AME)
Cartões amarelos: Henrique Almeida, Éder (AME), Pedro Raul, Fellipe Bastos (GOI)

AMÉRICA-MG: Cavichioli; Raúl Cáceres (Matheusinho), Éder, Luan Patrick e Marlon; Lucas Kal, Juninho e Alê; Pedrinho (Conti), Everaldo (Felipe Azevedo) e Wellington Paulista (Henrique Almeida). Técnico: Vagner Mancini.

GOIÁS: Tadeu; Yan Souto, Reynaldo e Caetano (Danilo Barcelos); Diego, Caio Vinícius (Nicolas), Fellipe Bastos, Elvis (Dadá Belmonte) e Matheus Sales (Luan Dias); Vinícius (Maguinho) e Pedro Raul. Técnico: Jair Ventura.