PUBLICIDADE
Topo

Palmeiras

Palmeiras faz melhor temporada em 20 anos e mira marca da Segunda Academia

Jogadores do Palmeiras comemoram gol contra o Atlético-GO no Brasileirão - Ricardo Moreira/Getty Images
Jogadores do Palmeiras comemoram gol contra o Atlético-GO no Brasileirão Imagem: Ricardo Moreira/Getty Images

Diego Iwata Lima

Do UOL, em São Paulo

01/07/2022 04h00

Classificação e Jogos

Que 2022, até o momento, se constitui como uma temporada histórica para o Palmeiras, é difícil discordar. O clube já conquistou dois títulos e faz excelentes campanhas no Brasileirão e na Libertadores. Por isso, também não deveria espantar saber que, mantido o ritmo atual, a temporada que está em andamento será a melhor do clube nos últimos 20 anos.

O Palmeiras tem 78,5% de aproveitamento nos 42 jogos disputados até agora. Suas 30 vitórias representam 71% dos jogos. Os nove empates correspondem 22% e as três derrotas apenas 7%.

Atualmente, a melhor campanha do Palmeiras das últimas duas décadas é a de 2018, quando o time campeão brasileiro teve 70% de aproveitamento em 77 jogos, somando todos os campeonatos — 48 vitórias, 18 empates e 11 derrotas.

Time atual mira marca da Segunda Academia

Sem contar possíveis jogos de Libertadores e Copa do Brasil em fases seguintes, o Palmeiras tem mais 26 jogos no ano —24 rodadas do Brasileiro e as voltas das oitavas de Libertadores e Copa do Brasil, contra Cerro Porteño (PAR) e São Paulo, respectivamente. Assim, o número mínimo garantido de jogos para o time é 68.

Para se manter com 78% de aproveitamento, dentro da proporção atual de resultados, o Palmeiras precisa ganhar mais 18 dos 26 jogos que tem pela frente, empatar seis e perder apenas mais um. Desse modo, terminaria o ano com 48 vitórias, 17 empates e quatro derrotas.

AD - ARQUIVO/ESTADÃO CONTEÚDO - ARQUIVO/ESTADÃO CONTEÚDO
Os jogadores Ademir da Guia (d), do palmeiras e Fischer, do Botafogo (RJ), disputam a bola na partida final do Campeonato Brasileiro, realizada no estádio do Morumbi, em São Paulo
Imagem: ARQUIVO/ESTADÃO CONTEÚDO

Se essa proporção se mantiver, 2022 também vai ser a temporada em que o Palmeiras teve menos derrotas dos últimos 50 anos. O time de Abel Ferreira tem apenas três resultados negativos em 42 jogos disputados até agora pelo Campeonato Paulista, Recopa, Brasileiro, Copa do Brasil e Libertadores —o Mundial entra na contabilidade de 2021, mesmo tendo acontecido em fevereiro.

Na história, a temporada com menor proporção de reveses aconteceu há exatamente cinco décadas, em 1972, ano em que o Palmeiras de Ademir da Guia conquistou seu quinto Brasileiro: foram apenas cinco derrotas em 81 jogos no ano —6% de jogos perdidos.

A marca 81 é também o número máximo de jogos a que o Palmeiras pode chegar neste ano, caso faça as finais da Copa do Brasil, da Libertadores e do Mundial, além de cumprir as 24 rodadas de Brasileiro restantes.

Se o time for até as finais de todos os campeonatos e vencer a Libertadores novamente, a conta é fácil, dado que o número total de jogos de 1972 será igual ao de 2022. Nesse caso, o time tem ainda dois jogos "por perder" no ano para igualar as cinco derrotas da segunda Academia de Futebol.

Desempenho geral do Palmeiras nos últimos 20 anos*

2021 - 60%

2020 - 61%

2019 - 65%

2018 - 70%

2017 - 58%

2016 - 62%

2015 - 57%

2014 - 50%

2013 - 62%

2012 - 48%

2011 - 56%

2010 - 50%

2009 - 59%

2008 - 60%

2007 - 55%

2006 - 48%

2005 - 50%

2004 - 58%

2003 - 69%

2002 - 52%

*Resultados do banco de dados do Palmeiras

Errata: o texto foi atualizado
Diferentemente do informado inicialmente, o Mundial de Clubes da Fifa entra na contabilidade de 2021, não de 2020. O erro foi corrigido.

Palmeiras