PUBLICIDADE
Topo

Flamengo

Andreas declara amor ao Flamengo: 'Eu amo o clube, não é uma despedida'

Andreas Pereira, do Flamengo, em ação contra o Tolima, pela Libertadores - Vizzor Imagem/AGIF
Andreas Pereira, do Flamengo, em ação contra o Tolima, pela Libertadores Imagem: Vizzor Imagem/AGIF

Do UOL, no Rio de Janeiro

30/06/2022 00h42

Ontem (29), o Flamengo venceu o Tolima por 1 a 0, em Ibagué, na Colômbia, pelo jogo de ida das oitavas de final da Libertadores. O gol da vitória saiu dos pés de Andreas Pereira, o grande personagem da partida, que tem o contrato encerrado hoje (30), mas optou por tratar com cautela a saída da Rubro-Negro.

Elieito o melhor da partida, Andreas precisou ir para coletiva de imprensa. Questionado sobre o futuro, o meia afirmou que nos últimos dias optou por focar no Flamengo e não debateu essas questões. O meia reforçou a vontade de ficar, mas brincou que 'não é dono do próprio nariz' e as decisões passam pelo Manchester United, da Inglaterra, detentor dos direitos econômicos.

"Eu não sou dono do meu nariz. O Manchester que decide essas coisas também. Eu gostaria de permanecer, mas não está nas minhas mãos 100%. Vou ver o que é melhor para mim e para o clube", disse.

"Sobre o meu futuro, a relação minha com o Flamengo sempre foi muito boa. O grupo sempre me tratou super bem. Esse ano foi incrível apesar de não ganhar títulos. Se realmente não der certo. Eu amo o clube, eu amo o Flamengo, eu sou Flamengo. Com certeza não é uma despedida", disse antes de continuar:

"Eu estava focado no jogo. Falei para o meu empresário: "Me deixa em paz, eu quero ganhar o jogo". Vou comemorar com meus companheiros. Quando chegar no Brasil eu vou conversar com todo mundo e resolver. Foi uma honra vestir o Manto, não sei o que vai acontecer. Esse grupo é fantástico, o Flamengo é o maior clube do Brasil, da América do Sul. Não é uma despedida. Vou voltar", finalizou.

Agora, com a vitória fora de casa em cima do Tolima, o Flamengo pode carimbar a vaga no Maracanã, na quarta-feira (06), às 21h30.

Importância do gol para classificação

"Muito importante, sabíamos que ia ser um jogo difícil. Fizemos um gol, soubemos sofrer. Mesmo não estando no nosso melhor dia, sofremos juntos e ganhamos o jogo. Isso mostra o caráter do time e o que o professor Dorival e o Lucas passam para nós".

Flamengo