PUBLICIDADE
Topo

Atlético-MG

Mãe do lateral Mariano morre durante Atlético-MG x Fla pela Copa do Brasil

Mariano ficou sabendo da morte da mãe após a vitória do Atlético-MG sobre o Flamengo, pela Copa do Brasil - Pedro Souza/Atlético-MG
Mariano ficou sabendo da morte da mãe após a vitória do Atlético-MG sobre o Flamengo, pela Copa do Brasil Imagem: Pedro Souza/Atlético-MG

Victor Martins

Colaboração para o UOL, em Belo Horizonte (MG)

23/06/2022 00h57

Classificação e Jogos

A comemoração no vestiário do Atlético-MG após a vitória sobre o Flamengo, por 2 a 1, pelo duelo de ida das oitavas de final da Copa do Brasil, não durou muito tempo. A felicidade pelo triunfo sobre o rival carioca deu lugar à tristeza pelo falecimento da mãe do lateral-direito Mariano. O jogador do Galo soube da notícia ao pegar o celular e ver as mensagens de familiares.

Celina Lourenço Ferreira, de 72 anos, estava internada em um hospital de São Paulo há cerca de duas semanas, por causa da Covid-19. Após uma piora no quadro dela, Mariano foi chamado para ir até São Paulo, mas o jogador optou por jogar diante do Flamengo. Como está suspenso da próxima rodada no Campeonato Brasileiro, diante do Fortaleza, no sábado, Mariano planejava viajar nesta quinta-feira para visitar a mãe.

A notícia abalou tanto os jogadores e a comissão técnica do Atlético, que o técnico Turco Mohamed optou por não dar a entrevista coletiva após a partida. O treinador atleticano até esteve presente na sala de imprensa do Mineirão, mas para informar o que aconteceu e explicar o motivo para não responder as perguntas nesta quarta-feira.

"Primeiro, agradecer o apoio da torcida, os esforço dos jogadores. Tivemos um tema pessoal. Morreu a mãe do Mariano, por isso sinto que não é o momento para avaliar o jogo. Com certeza amanhã, ou sexta-feira, atendo a demanda de vocês. Então, é um agradecimento ao esforço dos jogadores", disse o treinador do Atlético.

Através das redes sociais, Atlético e Flamengo se manifestaram em solidariedade a Mariano.

Atlético-MG