PUBLICIDADE
Topo

São Paulo

Ceni pede ao SPFC vendas por 10 mi de euros, mas mercado indica tempo curto

Rogério Ceni afirmou que o São Paulo não pode vender seus jogadores por menos de 10 milhões de euros -  Marcello Zambrana/AGIF
Rogério Ceni afirmou que o São Paulo não pode vender seus jogadores por menos de 10 milhões de euros Imagem: Marcello Zambrana/AGIF

Brunno Carvalho

Do UOL, em São Paulo

24/05/2022 04h00

Classificação e Jogos

A janela de transferências do meio do ano tem sido um assunto constante no São Paulo, mesmo faltando quase dois meses para a reabertura. O clube enxerga o período como oportunidade de conseguir negociar alguns de seus atletas e aliviar o caixa, que tem dívidas que chegam a quase R$ 700 milhões.

Fora das salas da diretoria, Rogério Ceni tem utilizado as entrevistas coletivas para cobrar uma estratégia do clube no mercado da bola. O treinador teme que saídas de peças importantes sem que haja reposições possa fazer com que o São Paulo deixe de brigar pela vaga na próxima Copa Libertadores e volte a lutar contra o rebaixamento no Brasileirão, como aconteceu no ano passado.

Na visão de Ceni, o São Paulo deveria evitar vender seus atletas por menos de 10 milhões de euros (R$ 51,4 milhões).

"Acima de 10 milhões de euros? Ok, acho que aí temos que pensar, planejar e ir em uma Série B [em busca de peças de reposição]. Não tenho vergonha nenhuma, não precisamos trazer jogadores caros. Mas tem que destinar 10, 20% daquele valor para que a gente traga uma peça de reposição", disse o treinador, em entrevista coletiva depois do empate contra o Corinthians.

Os valores desejados por Ceni, no entanto, não são fáceis de serem conseguidos. Nos últimos cinco anos, contando a partir da janela do meio do ano de 2017, apenas um atleta acima de 24 anos deixou o país por 10 milhões de euros ou mais: Lucas Pratto, em 2018, saiu do próprio Tricolor para o River Plate, por 11,5 milhões de euros (R$ 44,4 milhões à época). No mercado interno, Arrascaeta é o único caso. Ele trocou o Cruzeiro pelo Flamengo, em 2019, por 15 milhões de euros (R$ 63,7 milhões à época).

Além de Pratto, o São Paulo conta com outros três jogadores na lista. Luiz Araújo, quando tinha 21 anos, se transferiu ao Lille-FRA por 10,5 milhões de euros. Antony, aos 19 anos, deixou o clube para o Ajax por 16 milhões de euros (R$ 74 milhões à época), com mais 6 milhões de euros (R$ 28 milhões à época) por metas atingidas. Já Brenner, aos 20 anos, saiu para o FC Cincinatti-EUA, por 12,5 milhões de euros (R$ 81 milhões à época).

O fato indica uma corrida contra o tempo porque as principais apostas do São Paulo no mercado de transferências estão se aproximando dessa idade. Luan e Igor Gomes já estão com 23 anos, enquanto Gabriel Sara e Diego Costa têm 22 e Rodrigo Nestor e Welington, 21.

Diretoria nega pressa e dará a última palavra nas negociações

A diretoria do São Paulo evita estipular valores mínimos para a negociação de atletas e não se vê pressionada pela idade de seus atletas. Os mandatários entendem que os acordos financeiros dependem de diversos fatores e é o mercado quem dá as cartas, mas, entre vender por pouco e ter uma valorização técnica e financeira no futuro, a segunda opção prevalecerá.

Membros da diretoria ouvidos pelo UOL Esporte dizem que no momento em que as propostas chegarem, a comissão técnica será ouvida. Mas a decisão de negociar os direitos ou não o atleta será de quem comanda o futebol são-paulino.

Em dezembro passado, o clube recusou proposta de pouco mais de US$ 10 milhões (R$ 47,9 milhões) do Dallas FC-EUA por Gabriel Sara. Naquele momento, o entendimento de que era mais importante manter o jogador, que era peça fundamental no time, para conseguir uma venda maior no futuro prevaleceu.

No início do mês, no entanto, Sara sofreu lesão no tornozelo direito, durante a partida contra o Jorge Wilstermann-BOL, pela Copa Sul-Americana, e precisou ser operado. O problema clínico deve diminuir o interesse — e o valor — no jogador de 22 anos, mas seu estafe não descarta uma negociação.

Gabriel Sara é um dos jogadores em que o São Paulo aposta numa valorização. No balanço de 2021 divulgado em abril, a diretoria ressaltou as renovações dos contratos do meia, de Luan e de Rodrigo Nestor. Recentemente, o clube acertou também a extensão do vínculo do zagueiro Diego Costa até 2024 e ainda conversa para ampliar o de Igor Gomes. O meia fica livre no mercado em março do ano que vem.

Um novo acordo daria mais segurança ao time do Morumbi e permitiria que uma venda por valores maiores pudesse acontecer. No fim da última janela, o São Paulo pediu 8 milhões de euros (cerca de R$ 41,1 milhões na cotação atual) ao Botafogo para negociar Igor Gomes, mas as conversas não avançaram, como mostrado pelos colunistas do UOL Bruno Andrade e Marcelo Hazan.

A idade e o tempo de contrato dos atletas são vistos por pessoas envolvidas no mercado da bola como fundamentais para determinar o valor de mercado de um jogador. Isso também pesou na decisão do São Paulo de fazer jogo duro com o Botafogo. O clube carioca havia comprado os direitos de Patrick de Paula do Palmeiras por 6 milhões de euros (R$ 33 milhões). A diretoria são-paulina entendia que Igor Gomes valia mais que o palmeirense, mas o fato de ter um contrato menor diminuía a quantia.

Além de Igor Gomes, o São Paulo também conversa com o estafe de Welington. Apesar de ter contrato até o fim de 2024, a diretoria entende que o jogador precisa ter vencimentos condizentes com seu atual status de titular da equipe. Um novo acordo estenderia o vínculo e aumentaria a multa rescisória, dando mais poder de negociação ao clube no mercado.

Transferências acima de 10 milhões de euros desde o meio de 2017*:

Temporada 17/18

  • Thiago Maia - (Santos/Lille-FRA) -- 14 milhões (R$ 51 milhões) - 20 anos
  • Yerry Mina - (Palmeiras/Barcelona) -- 12,4 milhões (45,7 milhões) - 23 anos
  • Richarlison - (Fluminense/Watford-ING) -- 12,4 milhões (R$ 46,2 milhões) - 20 anos
  • Douglas Luiz - (Vasco/Manchester City) -- 12 milhões (R$ 44,5 milhões), mais 3 milhões (11,2 milhões) por meta - 19 anos
  • Pedro Rocha - (Grêmio/Spartak Moscou-RUS) -- 12 milhões (R$ 45,2 milhões) - 22 anos
  • Guilherme Arana - (Corinthians/Sevilla) -- 11 milhões (R$ 46,5 milhões) - 20 anos
  • Luiz Araújo - (São Paulo/Lille-FRA) -- 10,5 milhões (R$ 38 milhões) - 21 anos
  • Lucas Pratto - (São Paulo/River Plate) -- 11,5 milhões (R$ 44,4 milhões, mais 3,5 milhões (R$ 13,5 milhões) - 29 anos

Temporada 18/19

  • Vinicius Junior - (Flamengo/Real Madrid) -- 45 milhões (R$ 164 milhões) - 16 anos
  • Lucas Paquetá - (Flamengo/Milan) -- 35 milhões (R$ 150 milhões) - 21 anos
  • Arthur - (Grêmio/Barcelona) -- 30 milhões (R$ 120 milhões) - 21 anos
  • Paulinho - (Vasco/Bayer Leverkusen-ALE) -- 20 milhões (R$ 85 milhões) - 17 anos
  • Tetê - (Grêmio/Shakhtar Donetsk-UCR) -- 10 milhões (R$ 42,5 milhões) - 19 anos
  • Emerson Royal - (Atlético-MG/Barcelona) -- 12 milhões (R$ 50 milhões) - 20 anos

Temporada 19/20

  • Rodrygo - (Santos/Real Madrid) -- 45 milhões (R$ 172 milhões) - 17 anos
  • Reinier - (Flamengo/Real Madrid) -- 30 milhões (R$ 154 milhões) - 18 anos
  • Renan Lodi - (Athletico/Atlético de Madri) -- 21,75 milhões (R$ 87,4 milhões) - 21 anos
  • Bruno Guimarães - (Athletico/Lyon-FRA) -- 20 milhões (R$ 93 milhões) - 22 anos
  • Pedro - (Fluminense/Fiorentina) - 11 milhões (R$ 50 milhões) - 22 anos
  • Léo Duarte - (Flamengo/Milan) -- 11 milhões (R$ 46 milhões) - 23 anos

Temporada 20/21

  • Everton - (Grêmio/Benfica) -- 20 milhões (R$ 127,6 milhões) - 24 anos
  • Pedrinho - (Corinthians/Benfica) -- 18 milhões (R$ 117 milhões) - 21 anos
  • Antony - (São Paulo/Ajax) -- 15,75 milhões (R$ 74 milhões) - 19 anos
  • Brenner - (São Paulo/FC Cincinnati-EUA) - 12,5 milhões (R$ 81 milhões) - 20 anos

Temporada 21/22

  • Yuri Alberto - (Inter/Zenit-RUS) -- 25 milhões (R$ 149,62 milhões) - 20 anos
  • Gerson - (Flamengo/Olympique de Marselha-FRA) -- 20 milhões (R$ 123,1 milhões) - 24 anos
  • Pepê - (Grêmio/Porto) -- 15 milhões (R$ 98,1 milhões) - 23 anos
  • Matías Viña - (Palmeiras/Roma) -- 13,6 milhões (R$ 85,8 milhões) - 23 anos
  • Claudinho - (Red Bull Bragantino/Zenit-RUS) - 15 milhões (R$ 92 milhões) - 24 anos
  • Kayky - (Fluminense/Manchester City) - 10 milhões (R$ 66,5 milhões) - 17 anos

*O levantamento considerou os valores pagos pela transação, excluindo as quantias recebidas por metas futuras.

São Paulo