PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Ex-árbitros analisam toque na mão de Renato Augusto no Majestoso

Bola bate na mão de Renato Augusto durante clássico entre Corinthians e São Paulo - Reprodução/Globo
Bola bate na mão de Renato Augusto durante clássico entre Corinthians e São Paulo Imagem: Reprodução/Globo

Do UOL, em São Paulo

23/05/2022 10h57

Classificação e Jogos

Os ex-árbitros Carlos Eugênio Simon, Alfredo Loebeling e Salvio Spínola foram unânimes ao dizer que a arbitragem acertou ao não marcar pênalti para o São Paulo em lance envolvendo Renato Augusto, do Corinthians.

No primeiro tempo do clássico de ontem, na Neo Química Arena, a bola caiu em cima de Renato Augusto, que estava deitado no gramado, e bateu na mão do meia corintiano. O juiz Wilton Pereira Sampaio mandou o jogo seguir, o VAR checou o lance e concordou com a análise do árbitro de campo. A partida terminou 1 a 1, válida pelo Brasileirão.

"Não foi pênalti. A regra permite usar as mãos para se proteger e foi isso que o Renato Augusto fez", disse Simon, ao UOL Esporte.

Loebeling foi na mesma linha. "Eu não marcaria, considerando que ele está caído. A bola vem em direção ao rosto dele, ele se defendeu. Ele não tinha nenhuma vantagem, apenas se defendeu. Foi uma coisa instintiva."

Salvio também não marcaria o pênalti. "Esta (mão) é proteção, e a bola ia para o chão, sem ação de bloqueio. É autoproteção, o que a regra permite", afirmou na Central do Apito da Globo.

Futebol