PUBLICIDADE
Topo

Flamengo

Sousa e dirigentes do Fla dizem: Caso Diego Alves foi falha de comunicação

Paulo Sousa, técnico do Flamengo, durante partida contra o Goiás no Maracanã - Thiago Ribeiro/AGIF
Paulo Sousa, técnico do Flamengo, durante partida contra o Goiás no Maracanã Imagem: Thiago Ribeiro/AGIF

Colaboração para o UOL, em São Paulo

21/05/2022 19h17

Classificação e Jogos

Fim do silêncio no Flamengo. Depois da vitória por 1 a 0 sobre o Goiás, no Maracanã, o técnico Paulo Sousa concedeu entrevista coletiva acompanhado do vice Marcos Braz e do executivo de futebol Bruno Spindel para colocar panos quentes no atrito do português com o goleiro Diego Alves, assunto que tomou conta do noticiário rubro-negro durante a semana.

Sousa, Spindel e Braz admitiram a falha de comunicação entre a comissão técnica e os dirigentes e confirmaram que o goleiro nunca disse que tinha condições de jogo. Ele segue em recuperação de uma pubalgia.

"Vamos abrir com o assunto que quero falar com vocês. Admito que deixei uma folha solta para vocês poderem especular. Nunca o Diego Alves se sentiu à disposição e nunca o Bruno me disse isso. Foi uma falta de comunicação entre meu fisioterapeuta e meu preparador. Falamos, conversamos, esclarecemos aquilo que tinha que esclarecer, como gente crescida. Da minha parte e da parte de todos, nós estamos centrados naquilo que queremos fazer que é ganhar", disse Paulo Sousa.

"Episódio está superado. Todos aqui no Flamengo têm objetivo muito claro, que é conquistar títulos. Em nenhum momento o Diego se colocou à disposição para jogar", continuou Spindel.

"Diego Alves sempre foi tratado com respeito, principalmente por essa gestão. Quando chegamos, ele estava há quase três meses afastado. Se teria um dia aqui no ano que a gente não precisaria desse imbróglio foi justamente nesse, após uma vitória na Libertadores. O principal ponto é fazer tudo com tranquilidade. O ruído teve e está sendo bem explicado. O que aconteceu foi de fato uma falta de comunicação. Estamos aqui para deixar claro que os objetivos de todos são os mesmos, que é ter um final de ano melhor do que foi o início", declarou Braz.

Ainda sobre a situação física de Diego Alves, Paulo Sousa passou por testes durante a semana, mas que ainda não está pronto para poder atuar.

"Na terça, ele fez um trabalho no campo. Depois disso, fizemos testes musculares e percebemos que tínhamos dado um passo a mais naquilo que deveria ter sido. Hoje ele ainda está no departamento médico para ter força suficiente e não dar passos para trás. Há processos a serem feitos", afirmou o técnico.

Entenda o caso

Diego Alves se sentiu exposto por declarações de Paulo Sousa na coletiva após a vitória sobre a Universidad Católica. Na ocasião, o treinador deu a entender que o goleiro pediu para jogar em reunião com Spindel, mesmo sem ter condição de jogo.

Durante a semana, a cúpula do Flamengo se reuniu algumas vezes com lideranças do elenco para esclarecer a situação. Em dado momento, Diego Alves quis uma retratação pública, algo que não havia ocorrido por parte do Flamengo e do treinador até a entrevista de hoje.

Flamengo