PUBLICIDADE
Topo

Quem é Byron Castillo, jogador que pode fazer Equador perder vaga na Copa

Escalação irregular de Byron Castillo pode fazer o Equador perder a vaga na Copa do Mundo - Jose Jacome - Pool/Getty Images
Escalação irregular de Byron Castillo pode fazer o Equador perder a vaga na Copa do Mundo Imagem: Jose Jacome - Pool/Getty Images

Do UOL, em São Paulo

12/05/2022 04h00

Classificação e Jogos

O Comitê Disciplinar da Fifa vai investigar a denúncia feita pela Federação de Futebol do Chile de que o equatoriano Byron Castillo é colombiano e não poderia ter jogado pela seleção do Equador nas Eliminatórias da Copa do Mundo de 2022. Ou seja, o Equador corre o risco de perder a vaga no Mundial para os chilenos devido à escalação irregular do lateral direito, que já esteve na mira do Santos.

Castillo nasceu na cidade equatoriana General Villamil Playas, em 10 de novembro de 1998, enquanto o Chile alega que ele na verdade nasceu na Colômbia, na cidade de Tumaco, em 25 de julho de 1995.

Segundo o site Transfermarkt, o lateral, que também atua como ponta, sempre jogou no futebol equatoriano. Castillo apareceu nas categorias de base do Norte América e colecionou empréstimos nos primeiros anos da carreira.

Em 2017, ele foi contratado pelo Barcelona-EQU para atuar no time B do clube de Guayaquil. A estreia na equipe principal ocorreu no ano seguinte. Desde então, ganhou protagonismo e foi eleito para a seleção da Libertadores de 2021, mesmo ano em que recebeu a primeira convocação para a seleção do Equador.

O bom desempenho fez o nome de Castillo aparecer no Brasil. Ele foi ligado ao Santos neste ano e recebeu elogios do técnico do clube paulista, Fabián Bustos, que comandou o lateral no Barcelona-EQU. Porém, a negociação não andou.

Segundo publicou o UOL Esporte há menos de dois meses, o Barcelona-EQU queria manter Castillo até a Copa do Mundo para tentar ganhar mais dinheiro com a venda do jogador no futuro, isso se a seleção equatoriana for mesmo para o Mundial.

Na denúncia, a federação chilena ainda alega que existem inúmeras provas de que o atleta utilizou documentos falsos. Além disso, o órgão acrescenta que a Federação Equatoriana de Futebol sabia da irregularidade, mas que não quis esclarecer os fatos.

O Chile pede que os equatorianos percam pontos nos oito jogos em que Castillo esteve presente nas Eliminatórias, o que tiraria o país do Qatar, dando a vaga aos chilenos.

Em nota, a Federação Equatoriana disse que Castillo é equatoriano para efeitos legais e que está "devidamente inscrito na autoridade legal competente e contando com toda a documentação nacional em ordem". Não há data definida para o Comitê Disciplinar da Fifa divulgar sua decisão, mas Chile e Equador ainda poderão recorrer em caso de derrota.