PUBLICIDADE
Topo

Reforço do Flamengo, Marinho conta que pai 'saiu avisando nos vizinhos'

O atacante Marinho, ex-Santos, veste pela primeira vez a camisa do Flamengo - Gilvan de Souza/Flamengo
O atacante Marinho, ex-Santos, veste pela primeira vez a camisa do Flamengo Imagem: Gilvan de Souza/Flamengo

Do UOL, no Rio de Janeiro (RJ)

28/01/2022 12h41

Anunciado na manhã de hoje (28) como reforço do Flamengo, o atacante Marinho afirmou ser um sonho defender o clube e salientou o coração rubro-negro da família. O jogador brincou dizendo que nem conseguiu conversar direito com o pai porque ele saiu correndo para contar aos vizinhos que o filho ia vestir a camisa do clube da Gávea.

Marinho, que estava no Santos, é o primeiro reforço do Fla para a temporada. Ele assinou contrato até dezembro de 2023, e usará o número 31.

"Nossa, muito grande [expectativa para trabalhar com Paulo Sousa]! E mais ainda por ser um privilégio vestir essa camisa. Seu José que vai estar feliz demais. Nem consegui falar com ele direito porque ele saiu nos vizinhos, avisando a todo mundo (risos). É um sonho realizado do meu pai, e meu também, porque toda a minha cidade é flamenguista, então... Imagino que, agora, os pedidos e as cobranças vão aumentar. Uma honra muito grande estar vestindo essa camisa, todo jogador sonha em jogar no Flamengo. Espero que meu futebol, meu jeito de ser, venha a cativar a nação e ajudar o Flamengo", disse, à FlaTV.

"Esse é meu objetivo de estar no Flamengo, clube que briga por títulos, com grandes jogadores. Vim para somar, para ser mais um na nação, que é gigante", completou.

O "flerte" entre o Rubro-Negro e o jogador não é novo, mas não se concretizou em oportunidades anteriores. Recém-chegado, o atacante já disse imaginar jogando no Maracanã, com o apoio da torcida:

"Foi uma emoção muito grande [quando chegou a proposta] porque sabia que, dentro de casa, todo mundo vai continuar vestindo a camisa, porque todo mundo veste a camisa do Flamengo. Nada melhor do que poder usar a camisa com meu nome, acho que vai ser incrível. A gente já imagina tanta coisa, né? A gente acaba chegando à cidade já imaginando o Maracanã, imaginando essa torcida que conheço bem, porque jogava contra. Agora, poder estar a favor e poder realizar tudo que eu almejo é meu sonho e da minha família também".