PUBLICIDADE
Topo

Covid atrapalha preparação, e Ceni quer ampliar pré-temporada após estreia

Rogério Ceni, técnico do São Paulo, durante treino no CT da Barra Funda - Erico Leonan / saopaulofc
Rogério Ceni, técnico do São Paulo, durante treino no CT da Barra Funda Imagem: Erico Leonan / saopaulofc

Brunno Carvalho

Do UOL, em São Paulo

27/01/2022 12h00

Classificação e Jogos

A estreia do São Paulo no Paulistão, hoje (27), contra o Guarani, não significará o fim da pré-temporada no CT da Barra Funda. Por causa da onda de covid-19 que atingiu o elenco, o técnico Rogério Ceni pretende ampliar o período de preparação por mais uns dias.

A ideia da comissão técnica é rodar o elenco nas duas primeiras partidas e intensificar os treinos para aprimorar a forma física dos jogadores. O São Paulo soma 16 casos de covid-19 desde a reapresentação. Igor Gomes e Talles Costa foram diagnosticados com a doença nesta semana e estão fora do jogo de hoje.

Por causa da contaminação, Ceni não pôde contar com o elenco completo em todas as atividades que promoveu no CT da Barra Funda. Até o início da semana, alguns atletas ainda eram poupados por causa da recuperação da doença.

A preparação problemática impactará nas opções para a partida contra o Guarani. Patrick e Miranda foram dois dos últimos a voltarem do isolamento e deverão ser reservas nessa primeira partida. O ex-jogador do Inter disputava posição com Alisson, que deve começar como titular. Já o zagueiro deverá ser substituído por Diego Costa, que formará dupla com Léo - o titular Arboleda está a serviço da seleção equatoriana.

"Nós não vamos desgastar o elenco como ano passado, tivemos férias. O que nos atrapalhou foram os 16 jogadores que contraíram covid, além do Luciano, que voltou com lesão na panturrilha, e Luan que sente dores. Só oito atletas conseguiram trabalhar ininterruptamente nesses 15 dias. Vamos rodar, independentemente de resultado", disse Ceni, em entrevista coletiva virtual realizada ontem (26).

Com os desfalques, a tendência é que o São Paulo seja escalado da seguinte maneira: Volpi; Rafinha, Diego Costa, Léo, Reinaldo; Gabriel Neves, Gabriel Sara, Alisson; Nikão, Rigoni e Calleri.