PUBLICIDADE
Topo

Corinthians: Piton inicia 2022 em busca de afirmação inédita na carreira

Yago Rudá

Do UOL, em São Paulo

23/01/2022 04h00

Classificação e Jogos

Profissional do Corinthians desde o fim da temporada de 2019, o jovem Lucas Piton, de apenas 21 anos, é a escolha do técnico Sylvinho para a lateral-esquerda. Nas duas semanas de pré-temporada, o cria do Terrão desbancou o experiente Fábio Santos, ganhou posição e será o titular do Alvinegro na estreia do Campeonato Paulista. A entrada dele na equipe é uma aposta da comissão técnica para o ano de 2022.

Visto como um atleta de técnica apurada e enorme potencial de venda, Piton passou pelas mãos de Dyego Coelho, Tiago Nunes, Vagner Mancini e agora Sylvinho sem ser unanimidade com nenhum dos treinadores. Sua maior sequência no Corinthians aconteceu em 2020, quando emendou 13 partidas como titular. No período, o Timão somou apenas duas vitórias e flertou com a entrada na zona de rebaixamento do Campeonato Brasileiro.

"O Piton está há dois anos no profissional, mas ainda é bem jovem e está maturando. Não é um jogador com 100 jogos na Série A com a camisa do Corinthians, ainda não é", explicou Sylvinho em entrevista coletiva no CT Joaquim Grava.

A concorrência em anos anteriores com Danilo Avelar, Sidcley, Carlos Augusto e mais, recentemente, Fábio Santos também impediram o jogador de ganhar espaço. Agora, no entanto, a comissão técnica entende que, enfim, chegou o momento de afirmação do ainda jovem lateral. Com um time estruturado, nomes experientes no elenco e a ambição de títulos em 2022, Lucas Piton ganhará cada vez mais minutos em campo.

"O Piton é o atleta que estamos incentivando o crescimento para ter suas chances", emendou o treinador do Timão.

Outro fator que pesa na decisão do Corinthians em dar rodagem a Piton é o fato de Fábio Santos, atualmente com 36 anos, estar se encaminhando para o fim da carreira. A decisão de pendurar as chuteiras ainda não foi tomada, porém, o defensor possui contrato apenas até o fim desta temporada e uma renovação é vista como improvável.

"O Fábio é um atleta que tem nos dado muito, é um atleta qualificado, inteligente e está vivendo seus últimos anos de vida útil como atleta. Falamos isso com ele, mas temos que encontrar alternativas e soluções", sentenciou Sylvinho.

Neste cenário, a renovação do elenco se torna uma necessidade. Mais do que dar rodagem e confiança ao lateral formado na base, o Corinthians também o testa de olho no futuro. O jogador possui passaporte italiano, o que lhe garante fácil acesso ao futebol europeu. A diretoria espera o sucesso do garoto para, em breve, acertar uma venda expressiva. Afinal, o Timão possui 90% dos direitos do garoto e, somente em 2022, projeta a arrecadação de mais de R$ 91 milhões com a saída de atletas.