PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Diretor de série considera Neymar corajoso por expor intimidade e polêmicas

Neymar em entrevista à produção da série "Neymar: O Caos Perfeito", que será lançada no dia 25 - Divulgação/Netflix
Neymar em entrevista à produção da série "Neymar: O Caos Perfeito", que será lançada no dia 25 Imagem: Divulgação/Netflix

Gabriel Carneiro

Do UOL, em São Paulo

18/01/2022 04h00

O brasileiro David Charles Rodrigues assina a direção da série documental "Neymar: O Caos Perfeito", que será lançada pela Netflix no próximo dia 25. De acordo com o cineasta, o jogador e seu estafe foram "corajosos" ao permitir a filmagem de momentos íntimos e a veiculação do resultado final da produção, que toca em diversas polêmicas vividas ao longo da carreira.

Em seus três episódios que duram entre 50 e 60 minutos, a série aborda os conflitos da relação de Neymar com seu pai, bastidores do período em que ele forçou a saída do PSG para voltar ao Barcelona e a fúria dos torcedores do clube francês como consequência disso. Também são temas a fama de cai-cai, a acusação de estupro de 2019, a sugestão de que ele é uma pessoa manipulável e as críticas sobre sua forma física e suposta falta de foco no futebol em nome da vida de celebridade, que poderia impedi-lo de atingir o limite do seu talento.

"Eles [Neymar e estafe] foram muito corajosos e, eu acho, inteligentes, de a palavra final criativa [da série] ser minha e da Netflix. Eles souberam desde o início que corriam um risco muito grande ao fazer essa série. Foi uma coisa bem corajosa da parte deles, porque a preservação de imagem dele tem um valor muito grande. Não só no mundo da mídia, mas no mundo financeiro também. Eu tenho muito respeito por eles aceitarem essa proposta", diz David Charles Rodrigues ao UOL Esporte, antes de completar:

David - Corinne Schiavone - Corinne Schiavone
David Charles Rodrigues, diretor de "Neymar: O Caos Perfeito", assina sua terceira produção nesta função
Imagem: Corinne Schiavone

"Se você não mostrar essa dimensão [as polêmicas], quando você mostra as outras elas não são tão críveis. Então você realmente tem que mostrar o todo da história. Se você só mostra parte da história não vai ter o impacto que o todo tem."

As filmagens de "Neymar: O Caos Perfeito" ocorreram entre agosto de 2019 e dezembro de 2020. A série aborda a vida e carreira de Neymar desde a infância, então também há muitas imagens de arquivo usadas na produção, além das novas gravações. A respeito da liberdade conquistada com o jogador e sua família, o diretor explica que foi "um longo processo".

"A coisa foi se abrindo ao longo do trabalho. Existem, como em qualquer filmagem, negociações de quando você pode ir, quando não pode ir. Mas na verdade teve mais a ver com a agenda de jogo e treino dele do que qualquer outra coisa. A gente começou a filmar em agosto, em Paris, fomos várias vezes a Paris, depois para o Brasil nas festas de Natal e Réveillon. Mas naquele momento já nos tratavam e davam abertura como se fôssemos parte da família. É uma coisa muito especial. Para um atleta e uma personalidade desse porte é muito raro deixar uma equipe de filmagem ter tanto acesso quanto tivemos. Sou muito grato", elogia o cineasta.

A série apresenta uma profusão de imagens íntimas muito raras, com Neymar jogando videogame em sua casa, em seus deslocamentos aéreos e de carro, dançando com Suárez e Messi, no restaurante com amigos, a relação com o filho Davi Lucca e a dinâmica de suas festas sempre inacessíveis — inclusive batendo papo com convidadas.

Neymar - Divulgação/Netflix - Divulgação/Netflix
Neymar e o filho Davi Lucca em cena da série da Netflix que acompanhou a rotina do jogador
Imagem: Divulgação/Netflix

Além deste acesso maior do que o normal à intimidade de Neymar, o documentário também aborda os tais assuntos delicados de sua biografia. O diretor espera que o público assista com "cabeça e coração abertos": "Lógico que a gente é ser humano e entra com ideias na cabeça, mas em qualquer projeto que filmo eu tento realmente vivenciar o que está acontecendo no momento (...) Para mim o papel do documentário é criar perguntas e deixar as pessoas que assistirem responderem por si mesmas. Neymar é uma pessoa que divide opiniões e eu espero que as pessoas vejam o documentário da forma que filmei, sem preconceito e uma opinião preestabelecida."

A série será disponibilizada no próximo dia 25 pela Netflix. Além de David Charles Rodrigues, aparece nos créditos o nome do astro do basquete LeBron James como produtor executivo. Ele é dono da plataforma "UNINTERRUPTED", que produz conteúdo sobre grandes estrelas do esporte e foi procurada por Neymar para este projeto.

Futebol