PUBLICIDADE
Topo

Alessandro detalha polêmica com Cristian: 'Não preciso ser homem com ele'

Atual gerente de futebol do Corinthians rebateu declarações do ex-colega de clube, que deixou a equipe em 2017 - Daniel Vorley/AGIF
Atual gerente de futebol do Corinthians rebateu declarações do ex-colega de clube, que deixou a equipe em 2017 Imagem: Daniel Vorley/AGIF

Do UOL, em São Paulo

18/01/2022 00h51Atualizada em 18/01/2022 01h01

Atual gerente de futebol do Corinthians, Alessandro rebateu as críticas do volante Cristian, que deixou o clube paulista em 2017 pela porta dos fundos e acusou, no ano passado, o ex-lateral de não ter sido "homem" com ele.

Em participação no "Arena SBT", o dirigente detalhou o comportamento do meio-campista internamente e se mostrou desapontado pela falta de "profissionalismo" do então comandado (assista abaixo) - os dois, aliás, chegaram a atuar juntos no início da década passada.

"Foi uma tomada de decisão da minha posição. Quando eu entender que um atleta não tiver mais uma conduta profissional, como ocorreu, preciso tomar decisões", iniciou Alessandro à emissora.

"Ele disse que eu não fui homem com ele? Não preciso ser homem com ele, preciso ser homem com a minha esposa, nada além disso. Com ele, preciso ter respeito e profissionalismo, que é o que eu esperava que ele pudesse ter tido. Não ocorreu", prosseguiu.

Questionado por Benjamin Back sobre o que aconteceu para gerar o desgaste entre as partes, Alessandro citou a atitude de Cristian em usar a imprensa para manifestar seu descontentamento por não estar inscrito no Campeonato Paulista daquele ano.

"Ele se incomodou quando eu e o [Fábio] Carille comunicamos que ele não estaria no Paulistão. A partir dali, ele disse que não foi comunicado. Ele não foi inscrito na competição, chamamos ele na sala antes de soltar a lista, respeitosamente. Ele se incomodou, não falou nada e publicamente isso foi se repetindo. Falei: 'Cristian, já que você não vem conversar comigo, eu prefiro falar nos seus olhos que daqui para frente você está fora, pelo teu comportamento e não profissionalismo.'"

Assista ao momento: