PUBLICIDADE
Topo

Flamengo

OPINIÃO

Texto em que o autor apresenta e defende suas ideias e opiniões, a partir da interpretação de fatos e dados.

RMP: 'A despedida do Flamengo de sua torcida foi melancólica'

07/12/2021 00h32

O Flamengo recebeu o Santos, nesta noite (6), e perdeu por 1 a 0 naquele que foi o último jogo diante da torcida, no Maracanã, nesta temporada. Já sem objetivos no Campeonato Brasileiro, uma vez que a segunda colocação está assegurada, a tendência é que use time alternativo na última rodada, contra o Atlético-GO.

Na Live do Flamengo, transmitida pelo UOL Esporte após os jogos do Rubro-Negro, André Rocha e Renato Maurício Prado fizeram críticas à atuação da equipe da Gávea nesta despedida.

"Hoje foi um jogo especial porque foi, na verdade, a despedida do Flamengo de sua torcida, no Maracanã, e também a despedida dos titulares, que a partir de amanhã estarão de férias. Quem vai fazer o jogo contra o Atlético-GO é a garotada. A diretoria do Flamengo decidiu antecipar as férias dos titulares para que eles possam também retornar mais cedo, em janeiro, muito provavelmente já com o novo treinador. A despedida, vamos combinar, foi melancólica sob diversos aspectos. Primeiramente que alguns jogadores dos mais importantes, que estavam em campo, eram poucos, né? O Flamengo jogou, praticamente, com o time inteiro reserva... Mas enfim, alguns jogadores importantes, como o Gabigol, pareciam que estavam de férias já, dentro do campo", disse Renato Maurício Prado.

O colunista do UOL Esporte avaliou negativamente ainda o desempenho de Gabigol, um dos principais nomes do atual elenco.

"Imagina vocês que o Gabigol, hoje, conseguiu até perder pênalti. Poderia ter sido o empate do Flamengo, mas chutou na trave. Perdeu oportunidades cara a cara. Teve uma atuação irreconhecível. O melhor que ele faz é entrar de férias mesmo, rapidamente, e tratar de voltar para se colocar em forma. Esse final de ano do Gabigol foi melancólico, assim como o final de ano do Flamengo".

André Rocha, também colunista do UOL Esporte, salientou que, diante do que o Rubro-Negro apresentou ao longo do Brasileiro, não merecia uma despedida com festa.

"O Flamengo não merecia terminar essa campanha como a melhor depois da de 2019, que é absoluta nos pontos corridos. Mas, nos pontos corridos, seria a melhor se o Flamengo conseguisse ganhar hoje. A melhor é a de 2018, com 72 pontos. Se ele vencesse, ultrapassaria essa marca. O Flamengo não jogou o Campeonato Brasileiro para isso, não merecia e não merece. O Flamengo não jogou para isso e também não jogou para terminar tão bem assim a temporada, ganhando na despedida do Maracanã", apontou.

"Não merecia e deu tudo errado. Até pênalti o Gabigol perdeu. Deslocou o goleiro, como sempre desloca, mas bateu na trave. O Flamengo não mereceu essa despedida porque não fez um Brasileiro digno da sua grandeza e também da qualidade do elenco. Foi condizente com o que aconteceu com o Flamengo ao longo do Brasileiro", completou.

A próxima edição da Live do Flamengo será na quinta-feira (9), logo após a partida contra o Atlético-GO, pelo Brasileirão. Você pode acompanhar a live pelo Canal UOL, no app Placar UOL, na página do Flamengo no UOL Esporte ou no canal do UOL Esporte no Youtube.

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do UOL

Flamengo