PUBLICIDADE
Topo

Futebol

OPINIÃO

Texto em que o autor apresenta e defende suas ideias e opiniões, a partir da interpretação de fatos e dados.

Arnaldo: Felipe Melo fez em campo mais do que se esperava no Palmeiras

Do UOL, em São Paulo

07/12/2021 04h00

O Palmeiras optou por não renovar o contrato de Felipe Melo, volante de 38 anos, que se despediu do clube no último sábado (4) após cinco temporadas com participação importante, ocupando a função de capitão nas duas Libertadores conquistadas pelo clube.

No podcast Posse de Bola #184, Arnaldo Ribeiro afirma que a passagem do jogador pelo Palmeiras se encerra com um saldo positivo, com o jogador superado a expectativa nele depositada e que Abel Ferreira ganha o respaldo do torcedor para que o clube se desfaça de um dos ídolos do elenco principal devido ao período vencedor do técnico.

"A passagem do Felipe Melo não vai ter essa fissura por conta hoje do poder que o Abel conquistou nesses últimos dois anos e acho que esse poder o torcedor até referenda. Se o cara fizer mais mexidas, ele vai ter o apoio do torcedor e, para resumir a passagem do Felipe Melo, eu acho que ela foi muito boa esportivamente para um jogador que tem todos os poréns extracampo, e são vários", diz Arnaldo.

"No campo, depois daquela confusão lá em Montevidéu que faz tempo para caramba, eu acho que ele fez mais do que se esperava, tanto em termos de menos expulsões, menos confusões e mais conquistas do que se esperava de fato quando ele voltou ao futebol brasileiro, tanto que está sendo disputado aí por Fluminense, Internacional e tudo o mais. Ele tem propostas", completa.

O jornalista também comenta a saída do goleiro Jailson após sete anos, tendo chegado ainda em um período anterior aos grandes elencos que o clube passou a ter a partir de 2015. Para Arnaldo, tanto no caso de Felipe Melo, quanto no de Jailson, o Palmeiras conduziu melhor as saídas do que no caso de Fernando Prass, por exemplo.

"A saída do Fernando Prass foi dolorosa, ele não gostou, desta vez parece que foi conduzido de uma forma um pouco diferente, além daqueles textões bonitos para o Felipe Melo e para o Jailson, eu acho que os jogadores entenderam melhor a situação, o Fernando Prass não entendeu, ficaram Jailson e Weverton e o Jailson aí como reserva mesmo", diz Arnaldo.

"O Palmeiras tem goleiros jovens que podem ser a opção no caso de ausência do Weverton e o Palmeiras está fazendo isso sabendo que o Weverton deve ser convocado para a Copa do Mundo de 2022, é sinal de que eles confiam nos goleiros mais jovens que estão lá. É doloroso, é difícil, tem risco de ranhura, de mágoa, mas é necessário", conclui.

Posse de Bola: Quando e onde ouvir?

A gravação do Posse de Bola está marcada para segundas e sextas-feiras às 9h, sempre com transmissão ao vivo pela home do UOL ou nos perfis do UOL Esporte nas redes sociais (YouTube, Facebook e Twitter).

A partir de meio-dia, o Posse de Bola estará disponível nos principais agregadores de podcasts. Você pode ouvir, por exemplo, no Spotify, Apple Podcasts, Google Podcasts, Amazon Music e Youtube --neste último, também em vídeo. Outros podcasts do UOL estão disponíveis em uol.com.br/podcasts.

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do UOL

Futebol