PUBLICIDADE
Topo

Juventus

Juventus é investigada por fraude; transferência de Arthur é um dos alvos

Andrea Agnelli, presidente da Juventus - 09.abr.2019 - Alfredo Falcone/LaPresse/DiaEsportivo/Folhapress
Andrea Agnelli, presidente da Juventus Imagem: 09.abr.2019 - Alfredo Falcone/LaPresse/DiaEsportivo/Folhapress

Do UOL, em São Paulo

26/11/2021 23h28

A Juventus, maior campeã do futebol italiano, está sendo investigada por fraudes fiscais pela Promotoria de Turim, que analisa a origem de até 50 milhões de euros nas temporadas 2018-19, 2019-20 e 2020-21, segundo a imprensa do país. O clube, inclusive, foi alvo de buscas de fiscais da Guarda de Finanças nesta sexta-feira.

Entre os alvos da operação está a transferência do brasileiro Arthur, que trocou o Barcelona pela Juventus no ano passado. O volante chegou à Itália em uma troca envolvendo o meia Pjanic.

Ao todo, 62 transferência são alvos da Federação Italiana e da Comissão Nacional da Bolsa de Valores da Itália. A suspeita é de uma possível fraude na contabilidade.

Seis pessoas são investigadas na operação: o presidente Andrea Agnelli, o diretor de futebol Pavel Nedved e o ex-diretor esportivo Fabio Paratici (atualmente no Tottenham).

Até o momento, a Juventus não se manifestou sobre o assunto. No mês passado, o clube anunciou um prejuízo de cerca de 90 milhões de euros na temporada 2019-20 nos balanços oficiais. Em 2020-21, o deficit foi de 210 milhões de euros.

Juventus