PUBLICIDADE
Topo

Atlético-MG

Rizek critica pênalti para Atlético-MG: 'Diego Costa sempre foi de cavar'

Apresentador do Grupo Globo não gostou da marcação de penalidade máxima em cima do atacante - Reprodução/SporTV
Apresentador do Grupo Globo não gostou da marcação de penalidade máxima em cima do atacante Imagem: Reprodução/SporTV

Do UOL, em São Paulo

21/11/2021 15h02

Classificação e Jogos

O apresentador André Rizek contestou a marcação de um pênalti no atacante Diego Costa, do Atlético-MG, no duelo de ontem contra o Juventude que acabou em 2 a 0 para a equipe mineira, válido pelo Campeonato Brasileiro.

No Twitter, o jornalista do Grupo Globo ironizou o comportamento "intervencionista" dos árbitros que comandam o VAR - no jogo em questão, o árbitro Luiz Flávio de Oliveira mudou de opinião sobre o lance após consultar o vídeo. Ele ainda disse que o jogador "sempre" tentou cavar pênaltis.

"Diego Costa sempre foi jogador de tentar cavar pênaltis na Europa. Mas, no Brasil, já percebeu que, na terceira vez, o VAR não vai se aguentar. 'Agora, vamos brilhar! Seu juiz, corre lá que achamos aquele pênaltizinho-jabuticaba para marcar'", iniciou ele.

Rizek ainda comparou o pênalti marcado no Mineirão com um lance na partida entre Inter e Flamengo, que ocorreu pouco depois.

No 1° tempo do confronto, os jogadores da equipe carioca reclamaram de uma possível infração cometida por Moisés em Éverton Ribeiro, mas nada foi marcado.

"Curioso que, no cenário intervencionista, não tenham dado o pênalti (claríssimo) do Moisés no ER. Com certo esforço, até conseguem explicar a lógica de deixar seguir pela interpretação do árbitro. Mas VAR inventar pênalti - e juiz confirmar - aí não se explica sob nenhuma lógica", finalizou o apresentador.

Atlético-MG