PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Salah ganha lobby por Bola de Ouro, mas números favorecem concorrentes

Mohamed Salah comemora um de seus três gols contra o Manchester United no fim de semana - OLI SCARFF / AFP
Mohamed Salah comemora um de seus três gols contra o Manchester United no fim de semana Imagem: OLI SCARFF / AFP

Leandro Miranda

Do UOL, em São Paulo

27/10/2021 04h00

A pouco mais de um mês do anúncio do vencedor da Bola de Ouro, que premia o melhor jogador do mundo em 2021, Mohamed Salah está mais em alta do que nunca. Depois de arrasar o Manchester United com três gols e uma assistência na goleada do Liverpool por 5 a 0 no domingo (24), o egípcio viu seu nome ficar mais cotado para a maior glória individual do esporte. Mas como estão seus concorrentes pelo troféu?

Apesar de a temporada 2021/22 de Salah ser, até o momento, incomparável —ele tem 15 gols e cinco assistências em apenas 12 jogos pelo Liverpool—, a Bola de Ouro e o prêmio de melhor do mundo da Fifa levam em consideração o desempenho no ano todo, desde janeiro, o que engloba também os seis últimos meses da temporada anterior. É aí que outros nomes pintam como favoritos.

No período de janeiro de 2021 até agora, Salah soma 32 gols e oito assistências. Pelo menos seis outros atacantes que estão na briga pela Bola de Ouro possuem números superiores: Haaland (43 gols e 13 assistências), Mbappé (37 gols e 16 assistências), Benzema (35 gols e 14 assistências), Lewandowski (54 gols e oito assistências) e Messi (40 gols e 14 assistências).

Além disso, outro fator que pode pesar contra Salah é que ele é o único dos principais candidatos que não levantou nenhuma taça no ano. Haaland foi campeão da Copa da Alemanha; Mbappé levou a Liga das Nações, a Copa da França e a Supercopa da França; Benzema ganhou a Liga das Nações; Lewandowski venceu a Bundesliga, o Mundial de Clubes e a Supercopa da Alemanha; e Messi conquistou a Copa América e a Copa do Rei.

Messi Copa América - Juan I. Roncoroni - Pool/Getty Images - Juan I. Roncoroni - Pool/Getty Images
Craque da Copa América, Messi é o favorito à Bola de Ouro 2021
Imagem: Juan I. Roncoroni - Pool/Getty Images

É claro que os números de gols e assistências não são tudo, até porque há jogadores de outras posições na briga. Os volantes Jorginho e Kanté, do Chelsea, estão bem cotados para colocações de destaque na Bola de Ouro. O goleiro Donnarumma, que foi eleito o craque da Eurocopa após ser campeão pela Itália, também está entre os indicados.

Assim, apesar do desempenho fora de série de Salah na segunda metade do ano, isso pode não ser suficiente para que o craque do Liverpool fique no topo. Em casas de apostas, aliás, os favoritos são justamente os dois últimos vencedores: Lionel Messi, que foi o eleito em 2019, e Robert Lewandowski, atual detentor do prêmio, que venceu em 2020.

A cerimônia de premiação da Bola de Ouro acontecerá em 29 de novembro.

Futebol