PUBLICIDADE
Topo

São Paulo

São Paulo apanha de times no G6 e sofre para buscar Libertadores

Rogério Ceni comanda treino do São Paulo no CT da Barra Funda - Erico Leonan / saopaulofc
Rogério Ceni comanda treino do São Paulo no CT da Barra Funda Imagem: Erico Leonan / saopaulofc

Brunno Carvalho

Do UOL, em São Paulo

26/10/2021 04h00

Classificação e Jogos

Faltando 10 rodadas para o fim do Campeonato Brasileiro, o São Paulo ainda não sabe pelo que está brigando na competição. A irregularidade que acompanha o time desde o início do torneio faz com que os comandados de Rogério Ceni cheguem no atual momento com quase a mesma distância para a zona de rebaixamento (5 pontos) e para a zona de classificação para a próxima Libertadores (7 pontos).

A situação pouco clara é resultado de uma campanha que não empolga. O São Paulo acumula 13 empates no Brasileirão, atrás apenas de Ceará e Cuiabá, que têm 14. Quando olha para cima, vê a maior parte dos pontos que foram perdidos até aqui. Diante do atual G6, o time do Morumbi tem um aproveitamento de apenas 20,8%.

Foram somente cinco pontos conquistados dos 24 que disputou contra Atlético-MG (dois jogos), Fortaleza (um jogo), Flamengo (um jogo), Palmeiras (um jogo), Bragantino (dois jogos) e Inter (um jogo).

Do outro extremo da tabela vem a melhora do São Paulo na competição. O time do Morumbi tem um aproveitamento de 66% contra Santos, Sport, Grêmio e Chapecoense, que atualmente ocupam a zona de rebaixamento. Ainda assim, não é suficiente para que a equipe tricolor abra uma vantagem maior que cinco pontos para o Santos, primeiro time dentro do Z4.

A situação atrapalha o planejamento do São Paulo. Com as nove vagas que serão distribuídas no Brasileirão para a próxima Libertadores, uma ida para o torneio continental não chega a ser impossível para o time do Morumbi. Mas a estabilidade precisaria ser encontrada o mais rapidamente possível.

"A gente tem que primeiro sair desse problema, que a gente ainda está encostado na zona. Mas a gente tem condições de chegar na Libertadores. O nosso time está assimilando o que o Rogério pensa de futebol e a gente acredita muito nisso, a gente acredita ainda na classificação da libertadores", disse Muricy Ramalho, coordenador de futebol do São Paulo, em entrevista ao programa "Mesa Redonda".

O assunto foi tema nas últimas duas entrevistas coletivas de Rogério Ceni, depois da vitória contra o Corinthians e a derrota para o Red Bull Bragantino. Em ambas, o treinador preferiu não estipular metas e "pensar jogo a jogo". Ainda assim, afirmou que uma vaga nas fases preliminares da Libertadores seria um final feliz para uma temporada inconstante do São Paulo.

"A meta é fazer o melhor que a gente pode a cada jogo. Somar três pontos, sem fazer planos futuros", disse no último domingo (24).

A próxima chance de encostar no grupo da Libertadores será no próximo domingo (31), no Morumbi. A equipe de Rogério Ceni enfrenta o Internacional, às 18h15 (de Brasília), pela 29ª rodada do Brasileirão.

São Paulo