PUBLICIDADE
Topo

Futebol

OPINIÃO

Texto em que o autor apresenta e defende suas ideias e opiniões, a partir da interpretação de fatos e dados.

Vitor Guedes: "Fritura do Sylvinho começou. A crise está instalada"

Do UOL, em São Paulo

19/10/2021 17h53

Classificação e Jogos

O clima no Corinthians azedou. Após a derrota por 1 a 0 para o São Paulo, nesta segunda-feira (17), pelo Brasileirão, a Gaviões da Fiel pediu a saída do técnico Sylvinho e cobrou os jogadores da equipe. A principal torcida organizada do Timão divulgou um comunicado na manhã desta terça (18) com críticas direcionadas também a dirigentes do clube.

Na edição especial da Live do Corinthians, os jornalistas Vitor Guedes e Ricardo Perrone conversaram sobre a pressão da Gaviões da Fiel sobre Sylvinho e qual é a situação do treinador dentro do clube.

A princípio, como informou Vitão, a diretoria do Corinthians não pensa em mandar Sylvinho embora. "Mandei uma mensagem para o Duilio [Monteiro Alves, presidente do clube] perguntando sobre a situação do Sylvinho. A resposta foi que ele fica 'com certeza'. Essa foi a posição oficial da diretoria do Corinthians", disse o jornalista.

Perrone reforçou a tese de que o treinador continua no cargo, pelo menos até a partida contra o Internacional no domingo (24). "Conversei com dois cartolas do clube, que não têm o poder de decidir se o Sylvinho fica ou não, mas têm bastante trânsito na cúpula do Corinthians. Eles me disseram que a temperatura está baixa e não nenhuma movimentação de demissão. Eles não acreditam que o Duílio tomará alguma atitude extrema nos próximos dias. Mas todos sabemos que essas coisas mudam. Sempre tem o próximo jogo. O tom no clube, e isso não dá para esconder, é de que o time precisa reagir", comentou o colunista do UOL.

Para Vitão, a situação do treinador pode se tornar insustentável caso o time não reaja diante do Inter. "A fritura do Sylvinho começou a assar. A crise está instalada. Se o Corinthians perder, é certo que vai cair na tabela. Se começar a sentir que está perigando a questão da Libertadores, tenho para mim que o Sylvinho cai. Ele não cai até domingo, mas a situação dele é complicada. Os jogadores que o apoiaram sabem disso e vão ter que jogar contra o Inter o que não jogaram contra o São Paulo, se quiserem continuar com um treinador que tem bom relacionamento com o grupo", alertou.

Com a crescente cobrança da torcida sobre o técnico, Perrone só vê uma saída para o clima ficar mais leve no Parque São Jorge. "Conversei com um dos líderes da Gaviões para saber se eles farão mais alguma manifestação. Ele me disse que não, e que já haviam passado o recado. Agora vão esperar e cobrar no intervalo dos jogos. O Sylvinho não tem outro jeito. Vai ter que fazer o time reagir para conseguir sair dessa", destacou.

Vitão frisou que, mesmo com a intenção de manter Sylvinho até o fim do ano, os planos da diretoria podem mudar se a classificação direta para a fase de grupos da Libertadores ficar seriamente ameaçada. "A ideia do Duilio é manter o Sylvinho, mas ele também não briga com os fatos, e nem com a torcida. A Gaviões da Fiel tem muita influência no clube e muita informação. É uma diretoria que investiu muito, trouxe reforços de peso e não pode nem pensar em ficar fora da fase de grupos da Libertadores. Seria uma tragédia esportiva e financeira", enfatizou o jornalista.

Perrone concorda e reforça que, para a torcida, a culpa pelo desempenho ruim de um time reforçado recai sobre o técnico. "O Duilio tem a filosofia dele e quer mantê-lo, mas sabe que tem um limite. Ele não vai deixar o pescoço dele arriscado para salvar o Sylvinho, que vai ter que reagir de alguma forma. Vi desse líder da Gaviões algo que resume o comunicado: se o problema não é mais jogador, só pode ser o técnico. É um raciocínio simples, mas move o futebol, pelo menos pelo lado do torcedor. Não dá para fugir muito disso", completou.

Não perca! A próxima edição da Live do Corinthians será no domingo (24), logo após a partida contra o Internacional, pelo Brasileirão. Você pode acompanhar a live pelo Canal UOL, no app Placar UOL, na página do Corinthians no UOL Esporte ou no canal do UOL Esporte no Youtube.

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do UOL

Futebol