PUBLICIDADE
Topo

Atlético-MG

Galo muda chave para a Copa do Brasil e foca no aniversariante Fortaleza

Hulk sofre pênalti em Atlético-MG x Fortaleza, na primeira rodada do Brasileirão 2021 - Fernando Moreno/AGIF
Hulk sofre pênalti em Atlético-MG x Fortaleza, na primeira rodada do Brasileirão 2021 Imagem: Fernando Moreno/AGIF

Henrique André

Do UOL, em Belo Horizonte

18/10/2021 04h00

Classificação e Jogos

Após ser derrotado pelo Atlético-GO pela 27ª rodada do Campeonato Brasileiro e ver a invencibilidade que durava 18 jogos ser interrompida, o Atlético-MG muda a chave e, na próxima quarta-feira (20), inicia a batalha nas semifinais da Copa do Brasil. O Fortaleza, adversário dos mineiros na penúltima fase do milionário torneio nacional, inclusive, hoje completa 103 anos e espera fazer a festa em pleno Mineirão, no jogo de ida marcado para 21h30 (de Brasília).

Integrantes do G-4 do Brasileirão - o Galo é o líder isolado e o Leão do Pici aparece na terceira colocação -, mineiros e cearenses ficam de olho nos milhões oferecidos na Copa do Brasil, mas também na possibilidade de levar para casa uma grande conquista na temporada. O Atlético-MG busca o segundo caneco da competição; o Fortaleza sonha com o título inédito.

"É uma semifinal. São jogos difíceis. É o terceiro colocado do Brasileiro contra o líder. Já entendemos o jogo do adversário, mas até quarta-feira colocaremos algumas partes em treinamento para fazermos um grande jogo. Já convoco os torcedores para nos ajudar, nos incentivar e entender os defeitos que tivermos durante o jogo", disse Cuca ainda em Goiânia, após a derrota para o Atlético-GO.

"É uma competição muito importante. Fui campeão como jogador, pelo Grêmio, na primeira edição, inclusive. Como treinador ainda não ganhei. Mas para ganhar você tem que estar na final, né? Então, este é o primeiro passo. Vamos nos preparar para na quarta-feira fazermos um grande jogo", acrescentou.

Antes de ser semifinalista, o time comandado pelo curitibano passou pelo Remo, na terceira fase, do Bahia, nas oitavas, e do Fluminense nas quartas. Já a equipe do técnico argentino Vojvoda teve caminho mais longo. Na primeira fase, superou o Caxias-RS, na segunda o Ypiranga-RS, na terceira o rival Ceará, nas oitavas o CRB-AL e, nas quartas, deixou para trás o São Paulo.

Casa cheia no Mineirão

Para o confronto no Mineirão, o Atlético-MG colocou à venda cerca de 24 mil ingressos, o que corresponde a 40% da capacidade máxima do estádio. Apesar de o preço ter desagradado e muito ao torcedor - os valores variam de R$ 105 a R$ 500 -, a expectativa é de casa cheia na noite de quarta-feira.

Atlético-MG