PUBLICIDADE
Topo

Seleção Brasileira

Brasil x Uruguai: Arena da Amazônia premia vacinados e terá 35% de ocupação

Arena da Amazônia, em Manaus, uma semana antes de Brasil x Uruguai pelas Eliminatórias - Mauro Neto/Faar
Arena da Amazônia, em Manaus, uma semana antes de Brasil x Uruguai pelas Eliminatórias Imagem: Mauro Neto/Faar

Gabriel Carneiro

Do UOL, em Manaus

11/10/2021 16h00

Classificação e Jogos

A Arena da Amazônia é preparada há dois meses para receber o clássico entre Brasil x Uruguai pela 12ª rodada das Eliminatórias da Copa do Mundo do Qatar, que marcará o reencontro dos jogadores da seleção brasileira com o público do país depois da frustrante suspensão da partida contra a Argentina em São Paulo, há 36 dias. O jogo será na quinta (14), às 21h30 (de Brasília).

Apto para receber até 45 mil torcedores em situação normal, o estádio terá 35% de sua ocupação para o clássico. Segundo Jorge Oliveira, presidente da FAAR (Fundação Amazonas de Alto Rendimento), serão cerca de 2,5 mil servidores trabalhando na operação do estádio (1,8 mil na segurança e 700 na área de vigilância sanitária), além de 10 mil torcedores que compraram ingressos pela internet e outros 3 mil sorteados.

Este sorteio realizado pelo Governo do Amazonas premiou pessoas totalmente vacinadas contra a covid-19 que se inscreveram no site da campanha "Vacina Premiada" nos últimos dias. A promoção acaba no fim do dia de hoje (11) e para concorrer basta morar no Estado e comprovar que tomou as duas doses ou dose única da vacina até 29 de setembro. Caso a imunização tenha ocorrido depois desta data será necessária testagem. O último sorteio será amanhã (12).

"Estamos trabalhando para organizar não só o jogo em si, mas também valorizar a imagem da imunização. Nossa orientação através da promoção é mostrar que sem a vacinação e os protocolos de saúde os grandes eventos não poderão acontecer, o esporte e o entretenimento não voltarão como eram antes. Isso traz consciência para a população da importância da vacina", diz Jorge Oliveira, ao UOL.

Para além do sorteio, os dez mil ingressos colocados à venda pela internet com valores entre R$ 125 e R$ 500 se esgotaram em menos de dois dias. Depois da compra é necessário fazer um cadastro no site da CBF para comprovar vacinação ou mostrar um teste se a pessoa tomou a segunda dose ou dose única há menos de 15 dias, além do preenchimento de formulário epidemiológico. Esta regra se estenderá para todos os jogos do Brasil futuramente, numa plataforma que funciona como uma espécie de "passaporte da vacinação" desenvolvido pela empresa Mooh!Tech no aplicativo Chronus i-Passport.

Dentro do estádio será obrigatório o uso de máscaras e aferição de temperatura e será proibido levar alimentos e bebidas.

"Para nós é motivo de muita felicidade ser o primeiro jogo da seleção brasileira com público, isso está animando bastante os torcedores. Mas sabemos também que temos que torcer com consciência, porque a pandemia não acabou e vamos acabar sendo exemplo para todo o país", afirma o representante do governo amazonense.

Seleção Brasileira