PUBLICIDADE
Topo

Seleção Brasileira

Tite diz que Neymar foi bem marcado e pede "pouquinho de calma" com seleção

Tite durante Colômbia x Brasil pelas Eliminatórias; empate em 0 a 0 encerrou série de vitórias - Lucas Figueiredo/CBF
Tite durante Colômbia x Brasil pelas Eliminatórias; empate em 0 a 0 encerrou série de vitórias Imagem: Lucas Figueiredo/CBF

Gabriel Carneiro

Do UOL, em São Paulo

10/10/2021 21h16

Classificação e Jogos

Tite saiu em defesa do atacante Neymar após o empate em 0 a 0 da seleção brasileira contra a Colômbia, hoje (10), em jogo atrasado da quinta rodada das Eliminatórias da Copa do Mundo do Qatar. Apesar de ter sido responsável por boa parte das chances criadas pela equipe em Barranquilla, o camisa 10 teve um segundo tempo abaixo do esperado e foi alvo de críticas de torcedores nas redes sociais.

De acordo com o treinador, isso se deve ao bom desempenho dos marcadores colombianos: "Nós tivemos uma participação coletiva importante, jogo importante, Neymar bem, como o nível da equipe. As expectativas em cima dele talvez sejam de que faça toda hora excepcionalidade e diferença. É um jogador excepcional porque faz jogadas sensacionais excepcionalmente, não corriqueiramente. Foi bem marcado também, por vezes uma marcação dobrada, isso num contexto geral."

O Brasil lidera as Eliminatórias com nove vitórias e um empate nos dez primeiros jogos, mas enfrenta contestação em relação ao desempenho. Tite repetiu na entrevista coletiva após o jogo de hoje que sua equipe vive um momento de construção, porque agrega novidades como Raphinha e Antony a um ano e um mês da Copa do Mundo. Contra a Colômbia, ele contou que também propôs uma mudança tática.

"A iniciação [de jogadas] hoje teve de uma forma diferente, porque o Danilo compôs a defesa com saída de três deixando Gabriel Jesus na frente, Paquetá com liberdade de criação e Alex Sandro mais na profundidade. Uma finalização do Antony no fim caracteriza bem o modelo. No fim tivemos Raphinha, Antony, Neymar e Paquetá, que nunca jogaram juntos, então é um pouquinho de calma para ter essas sintonias finas do meio para frente, porque estamos em busca", pediu o comandante da seleção.

Em uma pergunta posterior, Tite mostrou incômodo ao se deparar com a colocação de que "a torcida" está insatisfeita com os jogos do Brasil.

"Quando se coloca os comentários na boca de outros é difícil eu contra-argumentar. O que posso dizer é que estamos em uma etapa de construção de classificação e de equipe. Talvez muitos outros [torcedores] eu represente, a seleção represente. Aos que não representam eu compreendo. Mas falar "a torcida" é um pouco pretensioso. São fases, etapas. Alguns compreendem, outros não", respondeu.

Seleção Brasileira