PUBLICIDADE
Topo

Botafogo

Gilvan lamenta empate do Botafogo e convoca torcida para a próxima rodada

Gilvan, zagueiro do Botafogo, no duelo com o Nova Iguaçu - Vitor Silva/Botafogo
Gilvan, zagueiro do Botafogo, no duelo com o Nova Iguaçu Imagem: Vitor Silva/Botafogo

Do UOL, no Rio de Janeiro (RJ)

30/09/2021 00h08

Apesar de ressaltar as dificuldades de encarar o Vitória no Barradão, o zagueiro Gilvan lamentou o empate do Botafogo, na noite de hoje (29), pela Série B do Brasileiro. As equipes ficaram na igualdade sem gols.

Com o resultado, o Glorioso foi a 48 pontos e se isolou na vice-liderança da competição — estava empatado com o CRB —, mas perdeu a chance de encostar no líder Coritiba.

O jogador afirmou que o Alvinegro foi para Salvador com o intuito de conquistar os três pontos e contestou a expulsão do companheiro Kanu — o Vitória também teve um jogador expulso pouco depois, quando Samuel acertou uma cotovelada no próprio Gilvan.

"A gente sabia que era difícil jogar aqui. Apesar de o Vitória estar na zona, tem um grande treinador, que é o Wagner Lopes, que respeitamos. Já trabalhei com ele, é um cara do bem. A gente veio aqui para vencer, realmente, mas aconteceu o empate. Uma expulsão ali, ao meu ver, que não foi. O Kanu disputou a bola, mas ele expulsou, faz parte. A gente veio para ganhar, estamos saindo com um ponto. Não era isso que queríamos", disse, ao Premiere.

Na próxima rodada, o Botafogo recebe o Avaí, no Nilton Santos, sábado, e Gilvan aproveitou para convocar a torcida:

"Agora, é fazer nosso papel em casa, vencer e crescer cada vez mais na tabela. Desde já, a gente convida o nosso torcedor para ir ao estádio porque precisamos muito nesse momento".

Botafogo