PUBLICIDADE
Topo

Série B - 2021

Botafogo empata com Vitória em jogo com expulsões no Barradão

Kanu, do Botafogo, protege a bola de Manoel, do Vitória, em duelo na Série B do Brasileiro - Jhony Pinho/AGIF
Kanu, do Botafogo, protege a bola de Manoel, do Vitória, em duelo na Série B do Brasileiro Imagem: Jhony Pinho/AGIF

Do UOL, no Rio de Janeiro (RJ)

29/09/2021 23h30

Classificação e Jogos

Um empate que não foi celebrado por lado algum. Vitória e Botafogo se enfrentaram hoje (29), no Barradão, pela Série B do Campeonato Brasileiro, e ficaram na igualdade sem gols. Os dois times tiveram jogadores expulsos no segundo tempo, com Kanu pelo lado alvinegro, e Samuel para o Leão, em lances distintos.

A equipe do Rio de Janeiro chegou a balançar a rede nos acréscimos da partida, com Rafael Moura, mas foi marcado o impedimento, confirmado pelo VAR.

Com o resultado, o Glorioso foi a 48 pontos e se isolou na vice-liderança da competição — estava empatado com o CRB —, mas perdeu a chance de encostar no líder Coritiba. Já o time baiano, que chegou a 26, permanece na luta para sair da zona de rebaixamento no 18° posto da tabela.

Na próxima rodada, o Vitória visita o Goiás, sábado (2), às 16h, no Hailé Pinheiro. No mesmo dia, o Botafogo recebe o Avaí, às 19h, no Nilton Santos.

Botafogo começa em cima

O Glorioso iniciou o jogo pressionando e assustando o Vitória. Antes dos 5 minutos, a equipe alvinegra criou duas oportunidades, uma com Marco Antônio, que bateu à esquerda do gol de Lucas Arcanjo, e outra com Diego Gonçalves, que cabeceou para fora, após cruzamento pela direita.

Jogo amarrado

Aos poucos, o Vitória acertou a marcação e conseguiu segurar o ímpeto alvinegro, que passou a encontrar dificuldades para criar as oportunidades. Ao mesmo tempo, a equipe baiana não conseguia encaixar bons avanços ao ataque, tendo uma grande oportunidade em cabeçada de Manoel, que mandou por cima.

O cruzamento, inclusive, veio pelo lado esquerdo. O lateral direito Jonathan Lemos estreou nesta Série B — a última partida havia sido em 9 de maio, contra o Nova Iguaçu, ainda pelo Carioca —, e demonstrou falta de ritmo de jogo em alguns momentos.

Foi para frente

Nos minutos finais do primeiro, o Botafogo foi à frente e explorou as bolas alçadas na área, mas sem sucesso.

Mais ligado

O Botafogo fez mudanças no intervalo, mas foi o Vitória que voltou mais atento. Apesar de ter um pouco mais de posse de bola e se mostrar mais agudo, a equipe baiana ainda demonstrava muita dificuldade na criação das jogadas ofensivas. Aos poucos, porém, sob muita reclamação do técnico Enderson Moreira, o Glorioso foi conseguindo equilibrar as ações e deixou o jogo mais igual.

Ô, Manoel!

O Vitória teve uma grande chance com Manoel. Após cruzamento de Renan Luís, o atacante apareceu sozinho no meio da defesa do Botafogo, mas acabou cabeceando para fora.

Logo depois, novamente a dupla entrou em ação, mas, desta vez, a bola desviou na zaga alvinegra. Na cobrança de escanteio, Diego Loureiro não conseguiu segurar e dois jogadores do Leão chegaram para finalizar, mas em dividida com Gilvan, a bola foi pela linha de fundo.

Expulsão e reclamação

O Botafogo ficou com um a menos aos 24 minutos do segundo tempo, após uma dividida de Kanu pelo alto. Na interpretação do árbitro Vinicius Gonçalves Dias Araujo, o zagueiro teve a intenção de colocar o braço no rosto do adversário e mostrou o segundo amarelo, que resultou na expulsão. O jogador alvinegro ainda contestou a interpretação da arbitragem, e saiu de campo revoltado.

Para reestruturar o setor, Enderson colocou Ewerton na vaga do meia Chay.

Diego Loureiro salva

Em vantagem numérica, o Vitória foi para cima e passou a ter mais presença no campo de ataque. Primeiramente, Bruno Oliveira finalizou e a bola passou perto. Depois, Caíque Souza chutou forte e obrigou Diego Loureiro a fazer boa defesa.

VAR e expulsão

O Vitória também teve um jogador expulso. O atacante Samuel, que havia entrado aos 33, foi expulso aos 37. No lance, ele foi proteger a bola e deu uma cotovelada em Gilvan. Inicialmente, a arbitragem havia apontado o cartão amarelo, mas, após revisão no VAR, mostrou o vermelho.

Impedido

Nos acréscimos, Rafael Moura chegou a balançar a rede, ao aproveitar rebote depois da defesa após finalização de Oyama. Porém, a arbitragem marcou impedimento. O lance foi analisado pelo VAR, que confirmou a posição irregular.

FICHA TÉCNICA:

VITÓRIA 0 x 0 BOTAFOGO
Competição: Campeonato Brasileiro Série B
Local: Barradão, em Salvador (BA)
Dia: 29 de Setembro de 2021, quarta-feira
Horário: 21h30 (horário de Brasília)
Árbitro: Vinicius Gonçalves Dias Araújo (SP)
Assistentes: Evandro de Melo Lima (SP) e Luiz Alberto Andrini Nogueira (SP)
VAR: Rodrigo Guarizo Ferreira do Amaral (Fifa / SP)
Cartões amarelos: Raul Prata, Guilherme Rend, Pablo Siles (VIT); Marco Antônio, Kanu (BOT)
Cartão vermelho: Kanu, do Botafogo, aos 24'/2ºT; Samuel, do Vitória, aos 37'/2ºT

VITÓRIA: Lucas Arcanjo, Raul Prata (Van), Wallace Reis, Mateus Moraes e Renan Luís; Pablo Siles (Caíque Souza), João Pedro, Guilherme Rend (Samuel), Bruno Oliveira (Gabriel Bispo) e Roberto; Manoel. Técnico: Wagner Lopes

BOTAFOGO: Diego Loureiro, Jonathan (Daniel Borges), Kanu, Gilvan e Carlinhos; Luís Oyama, Barreto, Marco Antônio (Warley), Chay (Ewerton) e Diego Gonçalves; Rafael Navarro (Rafael Moura). Técnico: Enderson Moreira