PUBLICIDADE
Topo

Vasco

Castan, do Vasco, desabafa sobre VAR: 'Vamos ter que jogar tênis'

VAR foi acionado muitas vezes na partida entre Brusque e Vasco pela Série B - Beno Küster Nunes/AGIF
VAR foi acionado muitas vezes na partida entre Brusque e Vasco pela Série B Imagem: Beno Küster Nunes/AGIF

Do UOL, no Rio de Janeiro

24/09/2021 22h44

Classificação e Jogos

O VAR foi bastante acionado no primeiro tempo da partida entre Brusque e Vasco pela Série B. Aos 43 minutos, o lateral direito vascaíno Léo Matos foi expulso após consulta ao VAR e a decisão gerou muita revolta no Cruzmaltino, principalmente no zagueiro e capitão, Leandro Castan.

O árbitro Sávio Pereira Sampaio foi acionado para avaliar na TV e constatou que Matos acertou intencionalmente com o cotovelo o rosto de Claudinho. Na Central do Apito do SporTV, o ex-árbitro Sandro Meira Ricci discordou da decisão.

"O que eu vejo não é novidade nenhuma. O VAR sempre prejudica o Vasco. Contra o Vasco, o VAR é um leão, a favor é um gatinho. Agora vamos ter que jogar de mãos amarradas. Vamos ter que jogar tênis, então. Futebol não pode ter contato agora", vociferou Castan ao SporTV.

Além deste lance, o VAR foi acionado mais duas vezes e anulou dois gols do Brusque. O primeiro acertadamente, o segundo que gerou dúvidas e um possível erro da operação da arbitragem de vídeo, já que, aparentemente, segundo transmissão do SporTV, a linha foi traçada de maneira errada.

Brusque e Vasco vão empatando em 0 a 0 no estádio Augusto Bauer, em Brusque (SC).

Vasco