PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Barcelona fará oferta por Haaland e Pogba na próxima janela, diz jornal

Haaland comemora gol contra o Union Berlin - Reprodução/Twitter @BVB
Haaland comemora gol contra o Union Berlin Imagem: Reprodução/Twitter @BVB

Colaboração para o UOL

20/09/2021 11h20

O Barcelona teve suas atividades de transferência limitadas nesta última janela devido ao teto salarial estabelecido pela Liga Espanhola, mas após as saídas de Lionel Messi para o Paris Saint-Germain e Antoine Griezmann para o Atlético de Madri, os catalães estão em uma melhor posição financeira.

No início de setembro, o presidente do clube, Joan Laporta, comentou no "Esport3" que com a saída de ambos os jogadores, o Barça pode voltar a fazer "contratações mais ambiciosas" para a próxima temporada. Até o momento, os catalães conseguiram reduzir sua massa salarial de 100% para 80% de sua renda total, mas, assim que atingirem a meta de 65%, estarão prontos para contratar reforços de peso.

De acordo com o "Mundo Deportivo", tais reforços seriam Erling Haaland, do Borussia Dortmund, Paul Pogba, do Manchester United e Daniel Olmo, do Leipzig.

Para contar com o goleador norueguês, o Barça teria que pagar uma cláusula de rescisão de 90 milhões de euros (R$ 559,8 milhões, na cotação atual) ao clube alemão, além de um alto salário. Segundo o jornal, o agente de Haaland, Mino Raiola, com o qual o clube tem uma boa relação, exige cerca de 825 mil euros (R$ 5,1 milhões) por semana pelo jogador, somando-se a isso mais 34 milhões de euros (R$ 211 milhões) para seu próprio bolso. Os espanhóis teriam, ainda, forte concorrência de times como Chelsea, Manchester City, Manchester United e Real Madrid.

Também agenciado por Raiola, Pogba chegaria a custo zero, já que seu contrato com o United chega ao fim na próxima temporada. Mas, a dificuldade maior também seria o salário do francês e a concorrência de Real Madrid, Paris Saint-Germain e Juventus, que já demonstraram interesse pelo meio-campista.

Por fim, ainda conforme o jornal, a contratação de Olmo seria a mais fácil entre as três. O meia-atacante, avaliado em 50 milhões de euros (R$ 311 milhões), tem contrato até 2024, mas o Leipzig permitiu que o jogador de 23 anos negociasse um contrato com o clube depois que eles fizeram uma oferta de última hora por ele no último dia de mercado, mas o negócio não deu certo.

Embora o negócio não tenha sido concluído a tempo, o Mundo Deportivo afirma que ambos já concordaram em termos pessoais, e na próxima janela, as partes vão retomar de onde pararam para finalizar a proposta de contrato de cinco anos.

Futebol