PUBLICIDADE
Topo

Eliminatórias Europeias

França leva susto, mas busca empate com a Ucrânia nas Eliminatórias

Pogba carrega a bola pela França em duelo contra a Ucrânia pelas Eliminatórias - Stanislav Vedmid/DeFodi Images via Getty Images
Pogba carrega a bola pela França em duelo contra a Ucrânia pelas Eliminatórias Imagem: Stanislav Vedmid/DeFodi Images via Getty Images

Colaboração para o UOL, em São Paulo

04/09/2021 17h42

Classificação e Jogos

Pelo Grupo D das Eliminatórias Europeias para a Copa do Mundo de 2022, a França visitou a Ucrânia e ficou no empate em 1 a 1. Shaparenko abriu o placar para os donos da casa aos 43 minutos do primeiro tempo, com um golaço de fora da área. Aos 4 do segundo tempo, Martial aproveitou boa jogada de Coman e deixou tudo igual.

Com o resultado, a França mantém a liderança do Grupo D, agora com 9 pontos após cinco jogos. Além disso, os atuais campeões mundiais ainda não foram derrotados na competição. A Ucrânia é a terceira colocada, com cinco pontos.

A França volta a campo na próxima terça-feira (7), quando encara a Finlândia, no Parque dos Príncipes, em Paris, às 15h45 (de Brasília), pela sexta rodada da competição. A Ucrânia, por sua vez, terá um descanso e só volta a jogar no dia 7 de outubro, fora de casa, também contra a Finlândia.

O jogo

Jogando em casa, a Ucrânia adiantou a marcação nos primeiros minutos para tentar surpreender a França. A pressão ajudou os donos da casa a equilibrar a partida, mas foi Pyatov, goleiro da Ucrânia, quem teve que trabalhar primeiro.

Aos 10 minutos, Pogba subiu mais que todo mundo em cobrança de escanteio e o goleiro ucraniano fez boa defesa.

Aos 26 minutos, a França voltou a assustar. Pogba lançou para Martial, que ajeitou de cabeça para Griezmann. O atacante do Atlético de Madri chegou batendo da entrada da área, mas errou o alvo por pouco.

A seleção ucraniana chegou com perigo pela primeira vez apenas aos 34 minutos. Yarmolenko aproveitou uma cobrança de escanteio e, dentro da área, finalizou. Lloris defendeu e deu rebote. Zabarniy, na pequena área desperdiçou a chance de abrir o placar.

Aos 37, a Ucrânia voltou a assustar Lloris. Desta vez, Mykolenko cobrou falta na área e Yarmolenko cabeceou e obrigou o goleiro francês a fazer boa defesa.

Aos 43, Martial recebeu ótimo passe de Pogba e parou em boa defesa de Pyatov. No mesmo minuto, a Ucrânia, que tinha mais volume de jogo, acabou premiada.

Tymchyk fez boa jogada pela direita, cruzou rasteiro e a defesa francesa afastou parcialmente. Shaparenko aproveitou a sobra e, de fora da área, acertou o ângulo de Lloris, sem chances para o goleiro francês, abrindo o placar para os donos da casa, que foram para o intervalo em vantagem.

Vantagem que durou pouco. Os visitantes voltaram com um ímpeto diferente para a segunda etapa e, logo aos 4 minutos, conseguiram o empate. Coman recebeu na direita e cruzou. Rabiot cabeceou em cima do zagueiro e a bola sobrou para Martial, que, desta vez, não desperdiçou: 1 a 1.

A França continuou melhor e, aos 17 minutos, Griezmann recebeu de Coman na entrada da área e finalizou por cima do gol de Pyatov.

Outro que mandou por cima do gol foi Zouma, aos 21 minutos. O zagueiro recebeu bom cruzamento de Griezmann e subiu com liberdade para finalizar, mas também errou o alvo.

Os visitantes continuaram em cima, em busca da virada, e quase conseguiram seu objetivo aos 32 minutos, quando Benzema recebeu na área e rolou para Diaby. O atacante passou pela marcação e bateu na trave.

Aos 41 minutos, foi a vez de Rabiot assustar. O meio-campista francês arriscou um bom chute de fora da área e viu Pyatov fazer mais uma boa defesa.

Nos últimos minutos, a Ucrânia se segurou como pôde e garantiu o empate, apesar dos sustos na segunda etapa.