PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Fred volta a marcar, e Fluminense avança com nova vitória sobre o Cerro

Fred e Nenê comemoram gol do Fluminense contra o Cerro Porteño pela Libertadores - Thiago Ribeiro/AGIF
Fred e Nenê comemoram gol do Fluminense contra o Cerro Porteño pela Libertadores Imagem: Thiago Ribeiro/AGIF

Do UOL, em São Paulo

03/08/2021 21h08

O Fluminense está classificado para as quartas de final da Copa Libertadores da América. Com uma atuação segura, correndo poucos riscos, o Tricolor derrotou o Cerro Porteño (PAR) por 1 a 0, hoje (3), no Maracanã, e está entre os oito melhores do continente. Fred fez o gol do triunfo, voltando a marcar depois de um mês de jejum.

O Flu obteve a vaga nas quartas de final com folga. Na partida de ida, há duas semanas, no Paraguai, o Tricolor havia ganhado por 2 a 0, com gols de Nenê e Egídio. Na próxima fase, o adversário será o Barcelona de Guayaquil (EQU), que já havia despachado o Vélez Sarsfield (ARG). O primeiro jogo contra o time equatoriano acontece no dia 12, no Maracanã. A volta será sete dias depois.

Antes disso, o time de Roger Machado volta a jogar pelo Campeonato Brasileiro, no domingo (8), contra o América-MG, em Belo Horizonte (MG). A equipe, aliás, vem de duas derrotas nessa competição e precisa se recuperar para figurar na primeira metade da tabela de classificação.

Pênalti acaba com marasmo

A partida no Maracanã começou sem iniciativa das equipes em buscar o ataque. Mas veio um pênalti salvador para movimentar o placar. Em uma jogada individual de Fred, ao tentar driblar um adversário, a bola bateu no braço de Carrascal, e a penalidade foi marcada pelo árbitro colombiano Wilmar Roldán. Na cobrança, Fred deslocou o goleiro Jean, ex-São Paulo, e acertou o canto direito para abrir o placar aos 24 minutos.

Fim de jejum do ídolo tricolor

Fred não marcava um gol pelo Fluminense havia mais de um mês. O último dele havia sido na derrota para o Athletico-PR por 4 a 1, no Maracanã, no dia 30 de junho. Mas não que a má fase tivesse começado nessa data uma vez que o veterano artilheiro marcou apenas dois gols nos últimos 12 jogos. Foi um período de queda de rendimento numa temporada de alta: Fred marcou 13 vezes em 26 partidas e é o artilheiro tricolor na Libertadores, com cinco tentos.

É a vez de os paraguaios assustarem

Com a boa vantagem de 3 a 0 no placar agregado, o Fluminense não parecia muito disposto a se entregar ao ataque, até levando em conta o calendário puxado que tem pela frente, com jogos não só do Brasileiro, mas também pela Copa do Brasil. Por isso, o time adotou uma postura mais defensiva, aguardando as chegadas do adversário e, assim, quase foi surpreendido antes do intervalo. Aos 38 minutos, Villasanti fez boa jogada pelo lado esquerdo e saiu de frente para o goleiro. No entanto, ele preferiu o passe para Boselli, que chutou em cima de Samuel Xavier.

2º tempo começa movimentado

Uma boa chance para cada lado marcou o duelo no segundo tempo no Maracanã. A primeira, aos 2 minutos, veio do lado do Cerro em jogada do brasileiro Gonçalves. Após cruzamento, a bola ficou livre para Carrizo, que bateu em cima de Luccas Claro e viu a bola sair pela linha de fundo. Três minutos depois, o Fluminense assustou em um chute de fora da área de Samuel Xavier, que obrigou Jean a se esticar e espalmar a bola para escanteio.

Quase o segundo tricolor

O Fluminense voltou a fazer o goleiro Jean trabalhar novamente aos 20 minutos. E a solução tricolor eram os chutes de meia distância. Dessa vez, Fred ajeitou para Luiz Henrique, que emendou de esquerda. O arqueiro do Cerro saltou bem no canto esquerdo para impedir o segundo gol.

Cerro não desistiu até o fim

Embora não tenha atacado com eficiência, o Cerro Porteño tentou pelo menos um gol até os últimos minutos. Adrian Martínez, que havia entrado em lugar de Boselli, teve duas boas chances. Na primeira, ele recebeu passe da direita e chutou à queima-roupa para grande defesa de Marcos Felipe. O lance, no entanto, já estava paralisado por impedimento. Já no fim, ele levou a melhor em jogada aérea, cabeceou forte e viu a bola passar bem perto por cima do travessão.

Ficha técnica

FLUMINENSE 1 x 0 CERRO PORTEÑO
Motivo:
Oitavas de final da Libertadores
Data: 3 de agosto de 2021 (terça-feira)
Horário: 19h15 (de Brasília)
Local: Estádio do Maracanã, no Rio de Janeiro (RJ)
Árbitro: Wilmar Roldan (COL)
Assistentes: Sebastian Vela (COL) e Dionisio Ruiz (COL)
VAR: Jhon Ospina (COL)
Cartões amarelos: Luiz Henrique, Samuel Xavier, Ganso, Gabriel Teixeira (Fluminense); Aquino, Adrian Martínez, Villasanti, Patiño, Espínola (Cerro)
Gol: Fred, aos 24min do primeiro tempo (Fluminense)/

Fluminense: Marcos Felipe; Samuel Xavier, Manoel, Luccas Claro e Egídio; Martinelli (André), Yago Felipe e Nenê (Ganso); Luiz Henrique (Kayky), Fred (Abel Hernández) e Gabriel Teixeira (Lucca). Técnico: Roger Machado

Cerro Porteño: Jean; Espínola, Alexis Duarte, Patiño e Adorno (Alan Rodríguez); Villasanti, Carrascal, Aquino (Morales), Carrizo (Adrian Martínez) e Gonçalves; Boselli (Vargas). Técnico: Francisco Arce

Futebol