PUBLICIDADE
Topo

Cruzeiro

Sóbis defende Mozart e diz que não adianta o Cruzeiro trocar de técnico

Experiente e uma das liderança do elenco, Rafael Sóbis defendeu o pressionado técnico Mozart - Gustavo Aleixo/Cruzeiro
Experiente e uma das liderança do elenco, Rafael Sóbis defendeu o pressionado técnico Mozart Imagem: Gustavo Aleixo/Cruzeiro

Do UOL, em Belo Horizonte

20/07/2021 23h15

Classificação e Jogos

O Cruzeiro perdeu mais uma na Série B do Campeonato Brasileiro e a pressão em cima do trabalho do técnico Mozart aumentou. Diante de toda a situação ruim da Raposa, que não vence há sete jogos e despenca na tabela de classificação, os jogadores convocaram uma coletiva de imprensa após a derrota por 1 a 0 para o Remo, em Belém, e saíram em defesa do comandante. Um desses foi o atacante Rafael Sóbis, experiente e de vasta rodagem no futebol.

Sóbis, além de defender o treinador e dizer que não existe desgaste dos atletas com o comandante, disse que os jogadores têm parcela de culpa pelo momento e que, por isso, precisam chamar a responsabilidade neste momento complicado.

"Eu falo mesmo, não tenho medo de falar, assim que foi toda a minha carreira. Não existe desgaste nenhum. É um cara [Mozart] muito trabalhador, um cara que nós atletas fazemos de tudo para dar os resultados que ele merece, por tudo que ele tem feito. A situação todo mundo sabe, é muito clara, é muito difícil, por N motivos. Nós jogadores precisamos chamar a responsabilidade e não adianta ficar trocando, trocando [de técnico], pois nada muda", ressaltou.

O camisa 10 lamentou a derrota para o Remo, agora comandado por Felipe Conceição, ex-treinador da Raposa, e disse que é preciso que os jogadores "se fechem" para o time crescer na competição.

"Temos que ter um caminho, todo mundo olhar para o mesmo objetivo, se fechar cada vez mais e tentar crescer dentro da competição. Hoje foi circunstância que o time jogou bem, tivemos um jogador a menos e tudo fica mais complicado. Um time que fez um gol, um bonito gol. E é a nossa fase, todo mundo faz golaço contra a gente. Mas estamos juntos com o nosso treinador, cientes de que estamos devendo muito, e que essa pressão influencia", analisou.

O experiente atacante ainda mandou um recado direto para o torcedor, que anda chateado com a má fase e preocupado com o risco de rebaixamento à Série C do Campeonato Brasileiro, já que o Cruzeiro a 17ª colocação e está no Z-4 da Série B.

"E também falar para o torcedor cruzeirense, do fundo do coração, que todo mundo está tentando fazer o máximo de todas as partes. Que não fiquem escutando as pessoas que não querem o bem do Cruzeiro, e eu falo de forma geral. Para muitas pessoas que hoje opinam, não é importante o Cruzeiro vencer. E que acreditem na gente, mandem confiança, pensamento positivo. Esse é o grupo, não tem o que fazer, e mais do que nunca precisamos de todo mundo. Estamos treinando, trabalhando, dedicando, deixando de viver na rua tudo em prol do Cruzeiro. Quem está aqui ama o Cruzeiro e, dentro de acertos e erros, estamos procurando fazer o melhor", garantiu.

Cruzeiro