PUBLICIDADE
Topo

Série B - 2021

Cruzeiro sofre golaço, perde para o Remo e fica na porta do Z4 da Série B

Jogadores do Remo comemora gol contra o Cruzeiro pela Série B - Fernando Torres/AGIF
Jogadores do Remo comemora gol contra o Cruzeiro pela Série B Imagem: Fernando Torres/AGIF

Do UOL, em Belo Horizonte

20/07/2021 20h53

Classificação e Jogos

Um drama que parece não ter fim, um time que não se encontra na Série B do Campeonato Brasileiro e alcança uma sequência de sete jogos sem vitória. Esse é o Cruzeiro, que novamente tropeçou diante do Remo. Na noite de hoje (20), a Raposa perdeu por 1 a 0, sofrendo belíssimo gol de Victor Andrade, que marcou de voleio ao mandar a bola na gaveta do goleiro Fábio.

O resultado faz o time celeste estacionar nos 11 pontos, na 16ª posição, na porta da zona de rebaixamento — está a um ponto à frente do Confiança, que abre a degola. A derrota pressiona ainda mais o técnico Mozart, que não consegue dar padrão à equipe estrelada.

Na próxima rodada, o Cruzeiro enfrenta o Vila Nova, sábado (24), às 16h30, no estádio Oba, em Goiânia. O Remo visita o Londrina na sexta, às 16h, no estádio do Café, no Paraná.

O jogo

O que não é nenhuma novidade: o técnico Mozart se complicou mais uma vez com a escalação do Cruzeiro. De tantas mudanças feitas em relação ao time que perdeu para o Avaí por 3 a 0, no último fim de semana passado, o que se viu foi um fiasco em campo. O time celeste não mostrou bom futebol e quando teve oportunidade, em poucos momentos, desperdiçou.

Tudo ficou ainda mais difícil no segundo tempo com a expulsão de Matheus Barbosa, fato que deixou a Raposa com um jogador a menos. O Remo, que já controlava o jogo, passou a cozinhar ainda mais o Cruzeiro, um time completamente sem brio e força.

Reencontro

Depois de sair do Cruzeiro de forma polêmica ao acionar, inclusive, a Justiça para conseguir a rescisão contratual, o técnico Felipe Conceição, agora no Remo, reencontrou o time de Belo Horizonte. A saída do comandante da Toca II gerou troca de acusações entre o presidente celeste, que afirmou não ter demitido Conceição, que rebateu a declaração com críticas.

Conceição comandou o Cruzeiro em 19 partidas — oito vitórias, três empates e oito derrotas —, o que representa aproveitamento de aproveitamento de 47,3%.

Uma pintura no Baenão

O atacante Victor Andrade, um dos reforços recentes do Remo nesta temporada, marcou uma legítima pintura no jogo. Um golaço de voleio para abrir o placar em lance que era indefensável para o goleiro Fábio.

Professor Pardal

Mozart demonstra estar perdido no comando técnico do Cruzeiro. O treinador novamente mudou a escalação da Raposa com jogadores que sequer haviam tido oportunidades anteriores ou que voltaram do departamento médico. Da derrota no jogo contra o Avaí para a partida contra o Remo foram cinco mudanças. O treinador ainda não repetiu uma escalação desde que chegou ao clube.

Zica?

No intervalo do jogo o atacante Rafael Sóbis foi entrevistado pelo canal Premiere. O jogador comentou o placar desfavorável para o Cruzeiro.

"Se pegar os dez gols mais bonitos da Série B, uns oito foram contra a gente", disse Rafael Sóbis.

Fantasma da Série C

No segundo tempo da partida no Baenão, um drone com o fantasma da Série C sobrevoou o estádio. Um pedaço de pano branco estampava o escudo do Cruzeiro com a letra C. A partida só foi retomada pelo árbitro após o objeto voador deixar o "espaço aéreo" do estádio.

Cronologia do jogo

Aos 22 minutos do primeiro tempo, Victor Andrade marcou uma "pintura" no Baenão, Após cruzamento da esquerda, o atacante emendou um belo voleio e mandou a bola na gaveta do gol de Fábio. Remo 1 a 0.

FICHA TÉCNICA:

REMO 1 x 0 CRUZEIRO

Motivo: 13ª rodada do Campeonato Brasileiro da Série B
Local: estádio Baenão, em Belém (PA)
Data e horário: 20 de julho de 2021 (terça-feira), às 19h
Árbitro: Daniel Nobre Bins (RS)
Assistentes: Tiago Augusto Kappes Diel (RS) e Luisa Naujorks Reis (RS)
Gol: Victor Andrade, aos 26 minutos do primeiro tempo
Cartão amarelo: Victor Andrade e Igor Fernandes (REM); Rafael Sóbis e Matheus Barbosa (CRU)
Cartão vermelho: Matheus Barbosa (CRU)

REMO: Vinícius; Thiago Ennes, Romércio, Kevem, Igor Fernandes; Lucas Siqueira (Marcos Junior), Anderson Uchoa, Felipe Gedoz, Dioguinho (Wallace); Erick Flores e Victor Andrade. Técnico: Felipe Conceição

CRUZEIRO: Fábio; Norberto, Rhodolfo, Eduardo Brock e Jean Victor; Matheus Barbosa, Rômulo (Flávio) e Marcinho (Bissoli); Bruno José (Wellington Nem), Felipe Augusto (Dudu) e Rafael Sóbis (Thiago). Técnico: Mozart