PUBLICIDADE
Topo

Libertadores - 2021

Libertadores: Cerro agradece Fluminense por aceitar adiamento do jogo

Treinador do Cerro Porteño, Arce teve passagens de destaque no Grêmio e no Palmeiras - Reprodução
Treinador do Cerro Porteño, Arce teve passagens de destaque no Grêmio e no Palmeiras Imagem: Reprodução

Do UOL, em Sâo Paulo

19/07/2021 19h11

Classificação e Jogos

O Cerro Porteño usou as redes sociais para agradecer ao Fluminense por aceitar a proposta de adiamento da Conmebol do jogo válido pelas oitavas de final da Libertadores após a morte de Alexsandro Javier, filho de Arce, ex-jogador e treinador da equipe.

A partida, que estava marcada para amanhã, vai acontecer no dia 3 de agosto, também às 19h15. Para viabilizar a mudança, a CBF também deve alterar os duelos do Tricolor Carioca contra Criciúma e América-MG, pelo Campeonato Brasileiro.

"O Club Cerro Porteño comunica que, com relação ao adiamento da partida entre Fluminense e Cerro Porteño, pelas oitavas de final da Libertadores 2021, reconhece a Conmebol e em especial o Fluminense pelo gesto de cavalheirismo, colocando o lado humano à frente da competição, aceitando à solicitação de adiar o encontro, entendendo e respeitando ao momento de dor de nosso treinador, o professor Francisco 'Chiqui" Arce'", publicou o clube nas redes sociais.

Alexandro Javier Arce tinha 20 anos e morreu num acidente de carro no Parque Ñu Guasu, no Paraguai. O jovem morreu quase instantaneamente e foi reconhecido pelo pai. Como jogador, Arce teve passagens marcantes por Grêmio e Palmeiras, onde foi campeão da Libertadores pelos dois clubes. O acidente aconteceu na manhã deste domingo, por volta das 06h30 (horário de Assunção).

O Fluminense venceu o confronto de ida por 2 a 0, e tem vantagem sobre o time paraguaio na partida decisiva no Maracanã.